CelebraçãoCoreia do NorteDiplomacia

Kim Jong Un assiste a apresentação acompanhado das delegações russa e chinesa

Pyongyang, 27 de julho (ACNC) — Ofereceu-se à 0 hora do dia 27 a grande função de festejo dando mais júbilo e emoção por celebrar como grande festival de glória e sucessão, digno de se registrar com letras maiúsculas na história, o 70º aniversário da vitória na guerra que simboliza o heroísmo e a justiça marcando o ápice do triunfo no trajeto de desenvolvimento da mui digna República Popular Democrática da Coreia.

A sede da função estava cheia do orgulho por ter acolhido o dia de vitória na guerra, festa do nosso Estado e todo o povo, com a honra e dignidade que proporcionam os 3 anos de vitória na contenda e os indomáveis 70 anos em defesa da mesma.

25.568 dias se passaram desde aquele 27 de julho da história em que a RPDC, recém-fundada então como primeiro país do povo em uma parte do Oriente, rechaçou em meados do século 20, chamado como “o século das guerras”, a criminosa invasão armada dos EUA, caudilho dos imperialistas.

Presenciou a gala artística o estimado camarada Kim Jong Un, Secretário-Geral do Partido do Trabalho da Coreia e Presidente dos Assuntos Estatais da República Popular Democrática da Coreia.

Antes do início da função, ele recebeu cordialmente o vice-presidente do Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional da República Popular China, Li Hongzhong, que realiza uma visita à RPDC por ocasião do 70º aniversário da grande vitória na guerra, e conversou com ele em um ambiente amistoso.

O também membro do Bureau Político do Comitê Central do Partido Comunista da China, Li Hongzhong, que visita a Pyongyang à frente da delegação do Partido e do governo da RPCh, entregou cortesmente ao estimado camarada Kim Jong Un a carta pessoal enviada por Xi Jinping, Secretário-Geral do CC do PCCh e Presidente da RPCh, por ocasião do 70º aniversário da vitória na guerra.

O estimado camarada Kim Jong Un expressou agradecimento pelo respeito e estendeu sincera gratidão a Xi Jinping.

Por celebrar juntos a festa comum dos povos de ambos os países, brilha ainda mais o nosso 27 de julho — disse ao hóspede chinês e acrescentou que o envio da delegação do partido e do governo pelo camarada Xi Jinping em um momento tão importante como este demonstra sua vontade de conceder muita importância à amizade Coreia-China.

O povo coreano não esquecerá nunca o sangue derramado pelos combatentes do Corpo de Voluntários do Povo Chinês para a vitória na guerra e seu nobre espírito — destacou e afirmou que no futuro também, o Partido e o governo da RPDC se esforçarão por consolidar a amizade e unidade com o fraterno povo chinês e marcharão sempre junto com ele na luta pelo socialismo.

Quando o Secretário-Geral chegou ao local da apresentação acompanhado dos chefes das delegações visitantes, ressoaram dos espectadores efusivas aclamações.

Crianças entregaram ao Secretário-Geral e aos chefes das delegações os ramos de flores fragrantes.

Entre o público distinguiam-se os membros do Presidium do Bureau Político do CC do PTC e os quadros do Partido, governo e círculo militar, os veteranos e beneméritos do tempo de guerra e outros participantes dos festejos do dia da vitória.

Em vídeo

Foram convidados os integrantes da delegação do Partido e do governo da RPCh e a militar da Federação Russa.

Atuaram na ocasião as entidades artísticas principais como o Coro Benemérito Estatal, o grupo de instrumentistas da Comissão de Assuntos Estatais e o Conjunto Artístico Wangjaesan, e os artistas e estudantes das entidades artísticas civis e militares e dos órgãos de educação de arte.

Na cena da função, iniciada com as músicas de prelúdio “Contem, fogos de artifício da vitória!” e “27 de julho, dia da vitória”, apresentaram-se as canções criadas no tempo de guerra, os hinos à vitória e as canções de convicção que ressoavam nas décadas de sucessão.

Através do “Hino ao Marechal Kim Il Sung”, os artistas elogiaram as imperecíveis proezas do Presidente Kim Il Sung que, no severo período quando chegavam ao extremo a arrogância e arbitrariedades do imperialismo estadunidense que se gabava da “supremacia” mundial, formou o povo coreano como o forte com o espírito indomável e a força incomparável para castigar a tirania imperialista, escreveu a história de triunfo milagroso admirado por toda a humanidade e levantou, assim, uma forte onda da independência anti-imperialista e da revolução de libertação nacional.

Quando se projetou na cena a imagem sagrada do grande Líder declarando a vitória na guerra na sede de desfile militar por este acontecimento e ressoou sua querida voz, os espectadores aplaudiram fortemente ao General Insigne sem par que, com sua ideia militar jucheana, estratégia e tática extraordinárias e convicção e vontade de ferro, defendeu com firmeza o destino da pátria e a paz da humanidade ao lograr grande vitória na feroz e sagrada guerra anti-imperialista e anti-EUA.

A “Canção da defesa da Pátria”, “À batalha decisiva” e outras canções do tempo de guerra fizeram os espectadores recordar essa década lendária.

Através das peças que fazem constar o patriotismo dos defensores da pátria que, durante os 3 anos da guerra, que foram a continuação da vida e morte, do sangue e lágrima e do amor e ódio, lançaram-se convencidos da vitória aos inúmeros combates para aniquilar os inimigos, os executantes descreveram de modo impressionante que a dignidade e o prestígio do nosso Estado alcançados pelos heroicos militares e civis são o produto da resistência de vida ou morte.

As canções chinesas e russas em série, preparadas especialmente em honra dos enviados de amizade que estão de visita em Pyongyang, encheram a audiência do sentimento de amizade e fa convicção de que continuarão e se desenvolverão de século em século a história e tradição de amizade e solidariedade, criadas e consolidadas na luta conjunta pela independência anti-imperialista.

A função terminou com o epílogo “O povo glorifica o Partido” e “27 de julho, dia da vitória”.

Terminada a função, voltaram a ressoar as aclamações.

O estimado camarada Kim Jong Un respondeu cordialmente aos executantes felicitando-os pelo êxito da ocasião.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *