Coreia do Norte

Kim Jong Un visita Cemitério dos Mártires do Corpo de Voluntários do Povo Chinês

Pyongyang, 26 de julho (ACNC) — O estimado camarada Kim Jong Un, Secretário-Geral do Partido do Trabalho da Coreia e Presidente dos Assuntos Estatais da República Popular Democrática da Coreia, visitou o Cemitério dos Mártires do Corpo de Voluntários do Povo Chinês (CVPCh) no condado de Hoechang da província de Phyong-an do Sul para prestar homenagem aos mártires por ocasião do 70º aniversário da vitória na grande Guerra de Libertação da Pátria.

Acompanharam-no nesta ocasião Jo Yong Won, membro do Presidium do Bureau Político e secretário do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia, Kang Sun Nam, Ministro da Defesa Nacional da RPDC, Choe Son Hui, Ministra das Relações Exteriores, Kim Song Nam, chefe de departamento do CC do PTC, e Kim Yo Jong, subchefe de departamento do CC do PTC.

Estava alinhada no local a Guarda de Honra do Exército Popular da Coreia.

Foram interpretados solenemente os hinos nacionais da República Popular da China e da RPDC.

Enquanto ressoava a música da ocasião, foi depositada no cemitério a oferenda floral em nome do estimado camarada Kim Jong Un.

Na fita liam-se as dedicatórias “Serão imortais os mártires do Corpo de Voluntários do Povo Chinês”.

O Secretário-Geral guardou um minuto de silêncio em memória dos mártires chineses que ofertaram sua valiosa vida na justa guerra do povo coreano contra a agressão imperialista.

Colocou uma flor diante do túmulo de Mao Anying no cemitério e lhe prestou homenagem.

Percorreu os túmulos dos mártires chineses junto com os quadros acompanhantes.

Disse que o nobre espírito dos filhos do povo chinês, que fizeram contribuição importante para a vitória na guerra apoiando com sacrifício heroico a sagrada luta anti-imperialista e anti-EUA do povo coreano, está registrado nos anais junto com o ideal do socialismo como pedra angular e exemplo da eterna amizade Coreia-China.

Precisou que a feroz Guerra de Libertação da Pátria foi a justa para defender a dignidade, honra e soberania próprias e a paz e segurança do mundo e a aguda confrontação política e militar contra as forças dominantes imperialistas travada em representação das forças amantes da paz e da humanidade progressista.

Prosseguiu que embora o século tenha mudado, a grande vitória alcançada pelos povos da Coreia e da China demonstra enorme vitalidade hoje dia também.

A nobre vida dos mártires do CVPCh será imortal no coração do povo coreano — disse e assegurou que continuarão firmemente em toda a posteridade a história e a tradição de solidariedade dos povos de ambos os países que superam com coragem a ofensiva reacionária dos imperialistas com a força da justiça e da verdade após estabelecer os laços sanguíneos na luta sagrada por cumprir a causa da independência anti-imperialista e a socialista.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *