Função conjunta pelos 80 anos de Kim Jong Il

Pyongyang, 16 de fevereiro (ACNC) — Teve lugar no dia 15 na Casa Cultural da Cidade de Samjiyon a função conjunta desta cidade e do grupo de agitação artística móvel da Divisão de Construção 216 “Canção de fevereiro que ressoa na Samjiyon remodelada”, em homenagem ao 80º aniversario de nascimento do Dirigente Kim Jong Il.

Viram a função os membros do Presidium do Bureau Político do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia, Choe Ryong Hae e Kim Tok Hun, e outros quadros do Partido e do governo, os funcionários responsáveis das instituições das forças armadas, ministérios e órgãos centrais, os comandantes e brigadistas da Divisão de Construção 216 e os funcionários e trabalhadores da província de Ryanggang e da cidade de Samjiyon.

Na função, iniciada com o coro “Celebramos”, os executantes elogiaram a nobre vida revolucionária do Dirigente que, ao longo de toda ela, esteve no longo caminho de visitas de orientação pela felicidade do povo.

Tornaram mais fervorosa a saudade do Dirigente a poesia em narração “Casa natal no acampamento secreto do Paektu e a cidade de Samjiyon”, o solo masculino “Pensando no General” e outras peças.

Na narrativa dramática “Desejo”, o dueto masculino “Amamos a mãe” e o coro masculino “Ah, Partido, graças a te ter”, os executantes descreveram as façanhas imortais do estimado camarada Kim Jong Un que fez construir no lugar sagrado do Paektu a maravilhosa cidade montanhosa da época do Partido do Trabalho levando à realidade o desejo do Dirigente sobre a conversão do país em uma potência.

Comoveu os espectadores a gala musical que refletiu a nobre fidelidade e temperamento de materialização intransigente dos construtores e habitantes de todo o país que vieram seguindo com um único propósito o ambicioso projeto e decisão do CC do Partido de converter em um paraíso socialista a cidade de Samjiyon, onde está situada a casa natal da revolução.

Os espectadores redobraram a convicção de que se realizarão sem falta os belos sonhos e ideais do povo por contar com o estimado camarada Kim Jong Un, que continua firmemente a história de Iminwichon (considerar o povo como o céu) e de consagração ao povo, tal como fez o líder predecessor.

Arrancou efusiva ovação dos espectadores a função que demonstrou o entusiasmo dos cidadãos de Samjiyon e dos brigadistas por condicionar melhor o lugar sagrado do Sol.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *