Coreia do NorteExércitoMilitar

Discurso de 𝐊𝐢𝐦 𝐉𝐨𝐧𝐠 𝐔𝐧 no lançamento do novo submarino de ataque nuclear tático

Pyongyang, 8 de setembro (ACNC) — O estimado camarada Kim Jong Un fez um discurso de felicitações na cerimônia de lançamento do novo submarino.

O texto completo segue:

Operários, cientistas e técnicos da Fábrica de Submarinos de Pongdae,

Principais membros de comando de nossas heroicas forças navais, oficiais e soldados do submarino,

Queridos camaradas:

Hoje é um dia realmente significativo para a nossa marinha.

É chegado o momento histórico de nosso primeiro submarino de ataque com armas nucleares táticas escrever seu nome e mergulhar nas águas azuis do mar pátrio.

O “Herói Kim Kun Ok” Nº 841 a ser lançado hoje é precisamente o padrão de submarino nuclear tático que mencionei no recente aniversário das forças navais e em que pretendemos transformar para o ataque os submarinos convencionais de médio porte da marinha.

É realmente um acontecimento que agrada a todo o povo o fato de um meio ao qual por dezenas de anos estivemos habituados como ícone da agressão à nossa República represente agora nosso poderio esmagador e ameaçador para os cínicos inimigos e que esse seja o novo submarino de ataque ao nosso estilo desconhecido pelo mundo até o momento.

Nosso plano de construção de submarinos nucleares de grande perspectiva, o projeto de modificar todos os submarinos convencionais de tamanho médio como os de ataque dotados de armas nucleares táticas que certamente podem desempenhar o papel principal na guerra moderna é uma “estratégia de tecnologia de ponta de baixo custo” que faz parte da linha lançada pelo Partido em seu Ⅷ Congresso para consolidar as forças navais.

Buscamos renovar e melhorar ao máximo, como no caso deste submarino, o sistema de armas e a capacidade de operação de todos os convencionais, de modo que desempenhem um papel importante nas futuras forças navais do Estado.

Esta será uma medida drástica destinada a obter maior eficácia também no aspecto da estratégia econômica da defesa nacional, bem como uma estratégia de desenvolvimento da marinha revolucionária.

O submarino em questão, desenhado para cobrir a demanda da estratégia naval, a de defesa nacional e a do plano de guerra, constitui um meio ameaçador capaz de carregar muitos explosivos nucleares de distintas potências e dar golpes antecipados ou de represália a países inimigos desde qualquer profundidade da água.

Esse novo armamento, que cumprirá sua missão como principal meio de ataque aquático de nossas forças navais, é o presente dos operários revolucionários do estaleiro de Pongdae à pátria-mãe que cumpre seu 75º aniversário.

É, sem dúvida, o primeiro filho da grande obra de construção da potência marítima, fruto do nobre ideal e do inaudito empenho de criação do Partido do Trabalho da Coreia e dos trabalhadores da indústria a serviço da revolução.

Proporciona-me imensa satisfação a mera imaginação de que submarinos como este, conjuntamente com outros modernos, posicionem-se em distintos pontos de nossas águas jurisdicionais e defendam como muralha inexpugnável nosso belo e abundante em recursos mar e que as flotilhas de elite de submarinos nucleares rechacem a agressão de navios inimigos.

Desde há algum tempo vemos previndo o devir de uma segunda revolução para a consolidação das forças navais, e eu diria que hoje essas forças renascem com um novo aspecto e acolhem uma nova era de desenvolvimento.

Desta forma demonstramos, por meio de um fato palpável, que não foi vazia a nossa declaração de 28 de agosto passado de que abriríamos uma nova etapa de prosperidade da marinha do Exército Popular da Coreia.

Este êxito, amostra do patriotismo e lealdade dos camaradas aqui presentes, é um grande acontecimento que promete, além do vertiginoso incremento da capacidade de combate de nossas forças navais, o acelerado melhoramento do poderio de defesa nacional, e toda uma grande ostentação deste poderio que vimos aumentando em meio às dificuldades.

Gostaria de aproveitar esta ocasião significativa para expressar meus cordiais agradecimentos e felicitações, em nome do Partido e do Governo e refletindo o sentimento de todo o povo, aos operários revolucionários do estaleiro de Pongdae, a todos os funcionários interessados e camaradas do setor da indústria de defesa nacional que, ao alcançar outra meta importante do desenvolvimento da defesa nacional traçada pelo Ⅷ Congresso do Partido, deram início a um novo florescimento da marinha e glorificaram mais o Estado por ocasião de seus 75 anos.

Camaradas:

O admirável êxito de hoje carrega um significado verdadeiramente profundo, por ter sido obtido num momento realmente importante para o futuro das nossas forças armadas e para a preservação da esfera de defesa marítima do nosso Estado.

Como sublinhei no discurso durante minha recente visita ao comando naval, o rápido desenvolvimento da marinha constitui a maior e inadiável prioridade da defesa nacional, tendo em vista as específicas considerações geopolíticas do país rodeado pelo mar em seus três lados, a tendência mundial dos navios de guerra e a atual tentativa de agressão e o caráter das manobras militares do inimigo.

Hoje a nossa marinha se encontra na fase de desenvolvimento mais importante e vital.

No passado, investimos esforços para construir muitos submarinos pequenos e velozes e prepará-los para repelir em um golpe o ataque inimigo, de acordo com a missão de nossa marinha restrita somente à defesa das águas territoriais.

Mas com o passar do tempo houve mudanças notáveis na equipação militar e no modo de operação da marinha e também em nossa vontade.

Atrevo-me a afirmar que apenas se a marinha acolher uma era de metamorfose nos próximos cinco ou dez anos, poderá cumprir com sua tarefa exclusiva que nenhuma outra força armada pode cumprir.

Com vistas a enfrentar com iniciativa as batalhas marítimas tridimensionais e assegurar o exercício da soberania sobre as águas, a superioridade ideológica e espiritual de nossa marinha deve levar necessariamente em conta o crescimento militar e técnico e a este respeito o chave é o armamento nuclear.

Este é um momento em que a rapidez com que a nossa marinha se equipa com armas nucleares, ou melhor, se lançamos submarinos nucleares poderosos hoje ou amanhã, terá uma influência crítica no destino do nosso Estado, ou seja, se o direito de nosso Estado à autodefesa no mar é exercido adequadamente ou não e se a sua integridade territorial e paz são mantidas ou não.

Daí que o Comitê Central do Partido decidiu abrir toda uma era de prosperidade das forças navais, antes de tudo, com uma revolução no ramo dos submarinos e, como primeira opção para sua implementação, deu-se a tarefa de descobrir como alterar o sistema de armamento dos atuais submarinos de tamanho médio e construir nossos próprios submarinos equipados com artefatos nucleares táticos.

Num submarino são muito importantes o sistema energético, a velocidade de navegação debaixo d’água e o nível de equipação, e comumente se avalia a sua capacidade de operação, mas eu afirmo que também é essencial o armamento que carrega e que se carrega o artefato nuclear se converte em submarino nuclear.

Quatro anos se passaram desde minha última visita a este lugar para dar a tarefa de colocar nas fileiras de combate os submarinos de propulsão nuclear e outros modernos, assim como os convencionais de tamanho médio introduzindo-lhes o avançado sistema energético e potenciando sua capacidade geral de operação subaquática, e fazem dois anos desde que o Congresso do Partido aprovou esse projeto.

Os operários de Pongdae compartilharam comigo as tristezas e as alegrias e o risco da morte em mais de dez anos de árdua construção das forças nucleares. E também desta vez responderam fielmente à esperança do Comitê Central do Partido com o mais excelente resultado em um prazo previamente fixado.

É realmente muito grande o mérito de vocês que apoiaram incondicionalmente a corajosa decisão tomada pelo Comitê Central do Partido no ponto de partida que decidia o futuro das forças navais e a segurança do país e defenderam com sua prática a ideia e intenção estratégicas militares de nosso Partido.

Por ter os fidedignos e revolucionários operários como vocês que se entregam por inteiro para materializar qualquer exigência e orientação do Partido, acolhemos o devir de um acontecimento transcendental que significa dezenas de anos de progresso do equipamento das forças navais e seguimos glorificando nosso heroico e invencível Exército Popular da Coreia com mais de 70 anos de história.

Como verdadeiros patriotas, perpetuaram como preciosa honra da vitória o heroico espírito de luta dos marinheiros de nossa República, plenamente dispostos a defender a pátria à custa da vida e derramando sangue no mar infindável. Suas façanhas serão registradas indeléveis em uma página dos anais de orgulhosas vitórias de nossas forças navais.

A trajetória das forças navais de nossa República caracterizadas pelo heroísmo e bravura sem par e a coragem e espírito de aniquilar o inimigo, continua sua história de forças indestrutíveis e eternamente vitoriosas, pois estarão dotadas de diversos meios de ataque e até de armas nucleares estratégicas e táticas

O lançamento do submarino de hoje incomodará nossos adversários tanto quanto a construção de novos submarinos de propulsão nuclear.

Em cada um de nossos testes de mísseis balísticos lançados de submarinos, o inimigo os difama com todo tipo de injúrias questionando sua capacidade e tenta dissipar, assim, a inquietação social quanto a sua segurança e manobra desesperadamente para frear o armamento nuclear de nossas forças navais, tudo isso com o objetivo de manter a todo custo sua superioridade militar e técnica em nosso mar, cenário de combate mais intenso e decisivo conosco.

Mas agora, quão desconfortáveis devem estar ao enfrentarem a realidade que menos desejaram e mais temeram?

Estamos plenamente dispostos a continuar mostrando a modernidade de nossas forças submarinas e marítimas e seguiremos o armamento nuclear da nossa marinha.

Camaradas:

Diante deste acontecimento tão estimulante e orgulhoso, evoco com intensidade o nobre espírito e devoção daqueles que trabalharam para o dia de hoje.

Quantos sofrimentos, sangue e suor pela vitória de hoje e quantas duras provações foram enfrentadas para chegar a este ato glorioso?

Nesta inesquecível jornada que percorremos juntos em prol da construção das forças nucleares ao nosso estilo, houve longas noites de busca e investigação e também momentos de fracasso que tivemos que suportar mordendo os lábios até sangrar e momentos de sucesso que os reveses atribuíam maior valor.

No livro de notas do submarino “Herói 24 de Agosto” que escrevemos junto com os operários da Fábrica de Submarinos de Pongdae, podemos ler o sincero patriotismo e o abnegado esforço que leva impregnados cada uma das armas com que se equipa o submarino.

Síntese de todos os êxitos alcançados pelos nossos fidedignos operários da indústria de defesa nacional e incontáveis cientistas e investigadores do setor em seu invariável caminho pela pátria e pelo povo, sem um momento de indecisão e desânimo, é este moderno submarino de ataque que agora espera ao nosso lado o momento de seu lançamento espetacular.

Como cúmulo das almas que deram tudo de si para cumprir com sua responsabilidade ante a revolução e sustentado pela abnegação de todos aqueles que não pouparam nada pela segurança nacional e a felicidade do povo, este primeiro submarino de ataque nuclear da Coreia heroica ergue-se diante de nós e está prestes a mergulhar no sagrado mar pátrio.

É nosso dever recordar para sempre esses patriotas anônimos que se entregaram de cabeça para o triunfo de hoje e esculpir indelevelmente sua luta e suas façanhas na história de nosso Partido e República.

Combatentes heroicos da indústria de defesa nacional e oficiais e soldados da marinha:

Agora a nossa marinha acolhe uma nova época histórica.

O futuro de um dos três eixos, o terrestre, o naval e o aéreo, que defendem a República Popular Democrática da Coreia, será determinado pelas nossas ações ulteriores.

A fim de assegurar de forma substancial o novo apogeu das forças navais, o Comitê Central do Partido decidiu dar maior salto à nossa indústria naval.

Seu ressurgimento é uma tarefa de suma importância que não podemos adiar e que devemos realizar de forma incondicional e cabalmente, por mais difícil que seja.

Com base nas valiosas experiências e técnicas adquiridas na construção do submarino nº 841, devemos acelerar rapidamente a transformação de todos os submarinos de médio porte em submarinos de ataque e transformar os submarinos convencionais em submarinos nucleares em um prazo verdadeiramente curto.

Ao mesmo tempo, estimular mais a construção do submarino de propulsão nuclear para que nossa marinha se desenvolva como corpo militar de potência marítima capaz de salvaguardar de forma fidedigna não só o bem-estar da pátria e do povo, mas também a paz e a segurança da região e do mundo.

Construir de forma planejada navios modernos de vários tipos necessários para defesa costeira, vigilância e ataque marítimo e fornecer à marinha a tempo.

O setor da indústria naval deve se encarregar por inteiro dessa tarefa, conduzi-la a feliz termo para que as nossas forças navais acolham o mais rapidamente possível a era de mudanças e garanti-lo infalivelmente.

Para tanto, é necessário prestar-lhe e assegurar-lhe ajuda incondicional a nível de todo o Estado e o fundamental neste aspecto é acelerar a criação da moderna indústria de motores destinada a encontrar uma solução definitiva para o problema dos motores de navios.

Devem colocar todos os esforços em desenvolver e produzir ativamente os motores de navios à altura da época atual e capazes de melhorar a mobilização e mobilidade de toda a marinha.

Ao impulsionar com afinco o trabalho destinado a reconstruir e modernizar os estaleiros e incrementar sua produtividade, devem alcançar com antecedência as metas de adequação às condições do país, a modernização e a cientificização da indústria de navios. Tomar como assunto vital a tarefa de elevar a proporção de materiais e equipamentos nacionais na construção de navios e trabalhar incansavelmente para cumpri-la.

A indústria de navios é o conjunto do poderio da economia nacional e a síntese da tecnologia de ponta. Nos nossos dias, um verdadeiro patriota é aquele que contribui, com o que quer que seja, para a fundação da indústria de navios do novo século.

Uma nova revolução urgida pela época será produzida quando todos os setores e unidades do país ajudarem e apoiarem de todo coração a referida indústria e o fortalecimento da marinha, e promoverem o movimento de doação de navios.

Os heroicos operários do estaleiro de Pongdae, que criaram uma brilhante tradição e defenderam o Partido, a revolução, a pátria e o povo durante meio século da prática revolucionária, devem desenvolver devidamente o papel de vanguarda no novo desenvolvimento da indústria naval.

Os funcionários e operários do estaleiro se reanimarão mais uma vez e se esforçarão vigorosamente para alcançar de forma substancial cada uma das metas apresentadas pelo Comitê Central do Partido e perpetuar sua orgulhosa história e tradição.

Os tripulantes de novos submarinos devem se versar em suas embarcações, aperfeiçoar os preparativos da mobilização de rotina e proteger a soberania, a segurança e os interesses da República no meio das águas.

Todos os oficiais e soldados da marinha devem manifestar plenamente seu fervor e espírito redobrados e abrir com segurança a época de novas mudanças e saltos em todos os aspectos como o fortalecimento da capacidade de combate, a defesa das águas territoriais e a preparação para a guerra revolucionária.

Camaradas:

A ambiciosa navegação começou pela ascensão vertiginosa de nossas forças e indústria navais.

A grandiosa causa do Partido do Trabalho da Coreia sobre a construção da potência marítima se tornará realidade pelo contingente de heroicos operários e cientistas do setor da defesa nacional que avançam corajosamente pela rota da vitória e o rumo da glória marcados pelo Comitê Central do Partido.

Felicito mais uma vez o lançamento do submarino de ataque nuclear tático “Herói Kim kun Ok” Nº 841 e desejo-lhe navegação segura e méritos de combate.

Aproveitando esta oportunidade, estendo minhas cordiais saudações a todos os trabalhadores da indústria revolucionária, oficiais e soldados da Marinha e seus amados familiares pelo 75º aniversário da fundação de nossa gloriosa pátria, a República Popular Democrática da Coreia.

Glória e vitória no avanço da indústria de navios da Coreia do Juche e da heroica marinha do povo que gravará seus novos saltos na história da República!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *