Coreia do NorteExércitoMilitarTecnologia

𝐊𝐢𝐦 𝐉𝐨𝐧𝐠 𝐔𝐧 inaugura novo submarino de ataque nuclear tático

Evento que anuncia a chegada de um novo tempo de virada para o fortalecimento das forças marítimas do tipo Juche
Cerimônia de lançamento de novo submarino ocorre na presença do estimado camarada 𝐊𝐢𝐦 𝐉𝐨𝐧𝐠 𝐔𝐧

Pyongyang, 8 de setembro (ACNC) – Sob a direção extraordinária do invencível Partido do Trabalho da Coreia, forja-se uma nova era de grande potência próspera, mostrando ao mundo o formidável potencial defensivo de classe mundial nunca antes visto desde a fundação da República Popular Democrática da Coreia.

Nesse trajeto glorioso, estrou-se a nova entidade poderosa que manifesta ao mundo o rápido desenvolvimento das forças marítimas jucheanas.

Os heroicos trabalhadores, cientistas e técnicos da indústria militar, muito fiéis à causa revolucionária do PTC, construíram o submarino de ataque nuclear tático ao estilo coreano e o presentearam à pátria mãe que acolhe o 75º aniversário de sua fundação.

No dia 6, teve lugar solenemente a cerimônia de lançamento do primeiro submarino de ataque nuclear, anunciando o início de um novo capítulo no fortalecimento das forças navais da RPDC e manifestando com mais clareza a firme vontade do Partido e governo de expandir e fortalecer rapidamente em termos qualitativos e quantitativos o dissuasivo nuclear do Estado pela paz e segurança da região e do resto do mundo.

Participou da ocasião o estimado camarada Kim Jong Un, Secretário-Geral do Partido do Trabalho da Coreia e Presidente dos Assuntos Estatais da República Popular Democrática da Coreia, juntamente com os marechais Ri Byong Chol e Pak Jong Chon, o premier Kim Tok Hun, o almirante Kim Myong Sik e outros quadros diretivos do Partido, governo e exército, bem como os comandantes e marinheiros da Frota do Mar Leste, todos os trabalhadores, cientistas e técnicos do Estaleiro Pongdae.

O local da cerimônia estava aquecido pela fervorosa gratidão e respeito ao grande PTC que realizou o desejo secular da nação ao incrementar as forças armadas nucleares, que constituem o prestígio, dignidade e poder absoluto da RPDC, conduzindo o gigantesco desenvolvimento da indústria jucheana da defesa nacional revolucionária e consolidando a posição irreversível do Estado.

Quando o estimado camarada Kim Jong Un chegou ao local, todos os participantes aclamaram efusivamente ao comandante de aço e destacado dirigente do povo que abre o caminho para a grande vitória e prosperidade com sua audácia sem paralelo, amor caloroso e confiança no povo e consagração pelo país próspero e exército poderoso.

Enquanto se interpretava solenemente o hino nacional da RPDC, a Guarda de Honra das Forças Marítimas do EPC içou a bandeira nacional que carrega o nobre espírito dos oficiais e soldados das forças marítimas que defenderam o vasto mar patriótico por mais de 70 anos e simboliza a dignidade eterna e invencibilidade da Coreia.

O marechal Ri Byong Chol leu a ordem da Comissão Militar Central do PTC para entregar o submarino de ataque nuclear tático às forças marítimas do EPC.

De acordo com a ordem, foi entregue para a respectiva flotilha submarina da Frota do Mar Leste das Forças Marítimas do EPC o primeiro submarino desse tipo nº 841 nomeado “Herói Kim Kun Ok”.

O Secretário-Geral do PTC concedeu ao chefe da flotilha mencionada o certificado de entrega e proferiu um discurso para felicitar a cerimônia de lançamento.

Dizendo que o submarino nº 841 “Herói Kim Kun Ok” a ser lançado hoje cumprirá sua missão de combate como um dos principais meios de ataque submarino das Forças Marítimas do EPC, avaliou como primeira entidade da grande tarefa de construção de uma potência marítima avançada que se deu em virtude do nobre ideal do PTC e incomparável luta de criação de seus combatentes industriais revolucionários.

Continuou que o Comitê Central do Partido decidiu o salto considerável da indústria naval de guerra para garantir substancialmente a nova era dourada de fortalecimento das forças marítimas e a revitalização dela é a tarefa de capital importância a cumprir sem falta e sem retroceder.

Expôs o projeto estratégico e tático de melhorar continuamente no futuro o caráter moderno das forças armadas submarinas e de superfície e acelerar o armamento nuclear de nossa marinha de guerra.

Terminado o discurso do Comandante Supremo, ressoaram os aplausos estrondosos como testemunho de fidelidade de todos os participantes.

Os cientistas, técnicos e trabalhadores do Estaleiro de Submarinos Pongdae agradeceram ao Secretário-Geral que abre a era de ouro do fortalecimento das forças navais iluminando o rumo de desenvolvimento da indústria naval de submarinos ao estilo coreano e os meios de desenvolvimento desses navios de novo tipo.

Como lembrança da cerimônia de lançamento, o Secretário-Geral tirou fotos junto com os quadros do Partido e do governo, os altos comandos das forças navais e os diretores do estaleiro.

O marechal Ri Byong Chol ordenou o lançamento quando o gerente do estaleiro informou que os preparativos correspondentes foram concluídos.

Dado o sinal de lançamento, o novo submarino foi lançado sob os confetes e balões lançados recolhendo a alegria e emoção de todos os participantes que viviam o momento de grande relevância histórica para o aumento das forças navais.

O Comandante Supremo apreciou repetidamente a classe operária da indústria bélica que apoia com consciência limpa, nobre obrigação moral e materialização ao máximo a política revolucionária em matéria da construção da defesa nacional, dizendo que graças à sua fidelidade, inesgotável força patriótica e paixão, se manifestou novamente o aspecto imponente do nosso Estado na véspera do 75º aniversário da fundação da RPDC.

E expressou a segurança de que os funcionários e trabalhadores da fábrica manterão a honra dos patriotas autênticos que contribuem para o desenvolvimento da indústria naval de guerra do novo século, e dos combatentes na primeira linha que defendem o arsenal para a defesa das águas jurisdicionais.

No dia 7, o estimado camarada Kim Jong Un percorreu o submarino “Herói Kim Kun Ok” que se preparava para a navegação de teste.

No porto onde se preparava para zarpar, a Frota do Mar Leste das Forças Marítimas do EPC, que recebeu o submarino tático nuclear de ataque, realizou a cerimônia de recepção do Comandante Supremo das Forças Armadas da RPDC.

Ele passou em revista do estandarte glorioso e da guarda de honra da Frota.

Ele foi recebido com grande respeito em campo pelo almirante Kim Myong Sik, comandante das forças marítimas do EPC, e pelo vice-almirante Kim Chang Guk, comissário político do mesmo tipo de exército, os comandantes das Frotas do Mar Leste e Oeste e os comandantes militares e políticos da flotilha submarina.

O estimado camarada Kim Jong Un percorreu o navio fazendo conhecimento de seu sistema de armamentos e capacidade de operação submarina.

O armamento nuclear da marinha de guerra se apresenta como uma prioridade da época que não pode ser adiada nem demorada mais, e a exigência chave da construção das forças armadas revolucionárias — enfatizou e instruiu dar incentivo à entrega para as forças marítimas dos navios submarinos e de superfície carregados com artefatos nucleares táticos, para que cumpram bem sua missão estratégica.

Expressou a esperança e convicção de que os comandantes e marinheiros do submarino, nomeado com o nome do herói Kim Kun Ok, comandante da primeira geração das forças navais da RPDC, se tornarão modelo para estas e todo o exército tanto na preparação político-ideológica e espiritual e moral como no aperfeiçoamento dos preparativos da guerra revolucionária e continuarão criando, assim, na vanguarda novos mitos da heroica marinha de guerra ao dar firme continuidade ao grande espírito marinheiro da geração anterior.

Em seguida, fotografou-se junto aos marinheiros do submarino “Herói Kim Kun Ok” tendo-o como fundo.

Todos os comandantes e marinheiros do navio tomaram a firme decisão de lutar bravamente como um grupo sem medo da morte e punho da marinha de guerra conservando no coração as amostras de afeto e confiança do grande General Insigne que lhes deu o meio capaz de vencer qualquer inimigo poderoso e iluminou a rota de avanço sempre vitoriosa desejando, a bordo do submarino, sua navegação segura e méritos.

A cerimônia de lançamento do submarino de ataque nuclear tático na véspera do 75º aniversário da fundação da RPDC será registrada nos anais da pátria como um acontecimento histórico para o desenvolvimento das forças navais jucheanas e a construção das forças armadas nucleares do Estado da grande era de Kim Jong Un e como marco significativo que declarou a partida para a ambiciosa meta de construção de uma potência marítima avançada. 

Em vídeo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *