CelebraçãoCoreia do NorteExércitoMilitar

𝐊𝐢𝐦 𝐉𝐨𝐧𝐠 𝐔𝐧 fez visita ao Comando das Forças Marítimas

Pyongyang, 29 de agosto (ACNC) – As forças navais do tipo jucheano, que ganharam grande fama escrevendo a epopeia na defesa dos mares patrios e navegando pela invariável rota de fidelidade sob a direção do invencível Partido do Trabalho da Coreia, acolhem significativamente o dia de sua fundação.

Durante mais de 70 anos desde 28 de agosto de 1949, quando declararam sua partida solene com a fundação da frota da nova Coreia, as Forças Marítimas do Exército Popular da Coreia percorreram a trajetória combativa cheia de vitórias e glórias e de heroísmo e bravura incomparáveis defendendo com firmeza as águas territoriais e a dignidade da República Popular Democrática da Coreia.

O estimado camarada Kim Jong Un, Secretário-Geral do Partido do Trabalho da Coreia e Presidente dos Assuntos Estatais da República Popular Democrática da Coreia, visitou o Comando das Forças Marítimas do EPC por ocasião do dia destas para felicitar e estimular os valentes oficiais e soldados deste tipo de exército.

Acompanharam-no na ocasião os marechais do EPC, Ri Byong Chol e Pak Jong Chon, e o ministro da Defesa Nacional, Kang Sun Nam.

Quando o estimado camarada Kim Jong Un chegou ao comando acompanhado de sua querida filha, os oficiais e soldados da marinha de guerra o aclamaram com a emoção e júbilo por ter este honra e privilégio no significativo dia da fundação das forças marítimas.

Teve lugar a cerimônia de recepção ao Comandante Supremo das Forças Armadas da RPDC.

O Comandante Supremo recebeu o relatório de recepção do chefe da Guarda de Honra das Forças Marítimas do EPC e passou em revista dela.

Os marinheiros entregaram-lhe cortesmente buquês de flores, reunindo o sentimento unânime de fidelidade e veneração de todos os oficiais e soldados da marinha de guerra. O almirante Kim Myong Sik, comandante das Forças Marítimas do EPC, o vice-almirante Kim Chang Guk, comissário político do mesmo tipo de exército, e outros comandantes militares e políticos do comando, os chefes das frotas do Mar Leste e Oeste e de suas flotilhas de superfície e submarinas e os comandantes das unidades de operações especiais receberam-no com grande veneração.

Houve um desfile da Guarda de Honra das Forças Marítimas do EPC.

O estimado camarada Kim Jong Un tirou uma foto de recordação da visita junto com os principais comandantes das forças navais, digna de ser registrada na história da construção do exército.

Na casa militar da unidade, reuniu-se com os oficiais e soldados navais.

Proferiu um discurso programático após entregar, em nome do Partido e do Governo, um cesto de flores que reflete as cordiais felicitações e saudação militante a todos os valentes oficiais e soldados das forças marítimas populares que celebram sua festa.

Rendeu homenagem à sagrada história de mais de 70 anos delas que continuaram a navegação de fidelidade tomando o timão com inabalável convicção sem desviar nem uma polegada diante das ondas bravas e se referiu à ideia do nosso Partido de conceder importância às forças navais e aos problemas estratégico-táticos para aumentá-las e fortalecê-las como invencível tipo de exército.

Expressando a segurança de que todos os oficiais e soldados navais, unidos em um todo, abrirão sem falta a era de esplendor das forças marítimas de tipo Juche, exortou-os a continuar lutando corajosa e tenazmente até o final para continuar demonstrando a superioridade da heroica marinha de guerra popular e tornar este honra ainda mais valioso.

Após o discurso do Comandante Supremo, todos os participantes aplaudiram com grande emoção por viver o momento histórico do início da nova era de fortalecimento das forças navais e com a firme decisão de continuar a tradição de vitória das heroicas forças marítimas populares de geração em geração.

O Comandante Supremo parabenizou novamente a festa dos marinheiros em resposta aos aplausos da multidão.

Guiado pelo comandante das Forças Marítimas, dirigiu-se ao posto de comando operacional.

Ele recebeu o relatório do comandante sobre a situação dos movimentos inimigos e o estado operacional das forças navais.

Percorreu vários componentes do posto de comando operacional, verificando o estado de informatização desta atividade militar e o gerenciamento de circunstâncias.

Após ouvir o relatório do comandante sobre o plano de operações navais, apresentou as orientações operacionais e táticas jucheanas das forças navais para dobrar e expulsar os inimigos de forma decisiva por meio da ofensiva preventiva e resoluta, tomando sempre a iniciativa em qualquer conflito armado e guerra inesperados, conforme a intenção estratégica e tática do Comitê Central do Partido.

Em seguida, assistiu a um jogo de vôlei entre a equipe das forças navais e a equipe das áreas, realizado em homenagem à festa das primeiras.

O ginásio se encontrava aquecido pela alegria e otimismo dos jogadores e torcedores por jogar um jogo esportivo na presença do querido Comandante Supremo.

No jogo disputado, a equipe das forças navais venceu seu rival.

O estimado camarada Kim Jong Un tirou uma foto junto com os oficiais e soldados do Comando das Forças Marítimas do EPC em homenagem ao dia delas.

Embora estivesse muito ocupado com assuntos partidários e estatais, passou o dia todo com eles apresentando-lhes o guia programático para fortalecer e desenvolver a marinha de guerra como uma poderosa tropa de tipo Juche e iluminando-lhes a rota sempre vitoriosa, dispensando grandes favores e confiança.

O estimado camarada Kim Jong Un expressou a grande esperança e convicção de que todos os oficiais e soldados das Forças Marítimas do EPC tomarão a perfeita disposição de guerra levantando mais alto o slogan combativo “Esperamos apenas a ordem de avanço do Partido!” e conservando a fé e segurança de poder dobrar esmagadoramente qualquer inimigo poderoso, de modo que se crie outro mito de vitória das heroicas forças marítimas quando chegar o momento da batalha final.

Após a sessão de fotos, ressoaram pelos céus de agosto os gritos de “Kim Jong Un” e “Defesa intransigente” dados pelos marinheiros com a vontade de cumprir, arriscando suas vidas, a ordem do Comitê Central do Partido e afundar em águas marítimas todos os inimigos que se atrevam a invadir o sagrado mar territorial da pátria, mesmo que seja uma polegada.

O Comandante Supremo estimulou cordialmente os oficiais e soldados navais fiéis dispostos a defender firmemente o mar da querida pátria, continuando o grande espírito marinheiro das gerações anteriores.

Todos tomaram a firme decisão de se preparar como vanguardas da defesa nacional e combatentes aguerridos do mar, conservando em suas almas o afeto excepcional e a fraternidade do Comandante Supremo.

As Forças Marítimas do EPC despediram-se com máximo respeito do Comandante Supremo, que terminou sua visita de felicitação ao comando delas.

Esta visita do estimado camarada Kim Jong Un ficará registada na história da construção das forças armadas revolucionárias jucheanas como um marco de virada transcendental para o fortalecimento das forças navais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *