Coreia do NorteDiplomaciaEconomiaExércitoPolíticaRelações IntercoreanasReunificação

10ª reunião da ⅩⅣ legislatura da Assembleia Popular Suprema

Pyongyang, 16 de janeiro (ACNC) — Teve lugar no dia 15 no Palácio dos Congressos Mansudae da capital a 10ª reunião da ⅩⅣ legislatura da Assembleia Popular Suprema da República Popular Democrática da Coreia.

A reunião foi convocada em um momento importante em que todo o povo do país empreende ousadamente a ofensiva para dar continuidade às vitórias e glórias do ano passado, coroado com a grandiosa luta e orgulhosos sucessos, neste ano que determinará a possibilidade de alcançar as metas indicadas pelo Ⅷ Congresso do Partido.

Compareceram à ocasião os deputados da APS e, como observadores, os funcionários interessados do centro e das localidades como os do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia, do Presidium da APS, do Conselho de Ministros, ministérios, órgãos centrais e das instituições das forças armadas.

Tomaram assentos na tribuna Kim Tok Hun, Choe Ryong Hae e Ri Byong Chol, membros do Presidium do Bureau Político do CC do PTC, e outros quadros do Partido, do governo e do círculo militar, o presidente e os vice-presidentes da APS e os membros da Comissão de Assuntos Estatais, o vice-presidente, o secretário e os membros do Presidium da APS.

O discurso de abertura foi proferido pelo presidente da APS, Pak In Chol.

Uma vez declarada a abertura, foi interpretado o Hino Nacional da RPDC.

Propôs-se o seguinte como ordem do dia:

  • Primeiro, Sobre o balanço de execução dos orçamentos estatais no ano de 112 da era Juche (2023) e os mesmos para o ano de 113 da era Juche (2024);
  • Segundo, Sobre a dissolução do Comitê pela Reunificação Pacífica da Pátria, da Direção de Colaboração de Economia Nacional e da Direção de Turismo Internacional ao Monte Kumgang, da RPDC.

O estimado camarada Kim Jong Un, Secretário-Geral do PTC e Presidente dos Assuntos Estatais da RPDC, subiu à tribuna para expor a orientação política do governo da RPDC.

Todos os participantes aclamaram o Secretário-Geral do PTC, máximo representante da dignidade do Partido, Estado e povo coreanos, que escreve nova história da prosperidade integral do Estado poderoso com a independência, autossustento e autodefesa conduzindo à senda sempre vitoriosa a luta histórica pelo país próspero e o exército poderoso, que é o nobre ideal e sagrada causa do povo coreano.

O Secretário-Geral proferiu o discurso programático de orientação política “Sobre as tarefas imediatas para a prosperidade e o desenvolvimento da República e o fomento do bem-estar do povo”.

Antes de tudo, expressou profundo agradecimento aos deputados por seus enormes esforços para cumprir suas responsabilidades partindo da fidelidade à sagrada causa do Partido e do Estado e do espírito de serviço abnegado ao povo.

Propôs o tema central da presente reunião, que discute os assuntos estatais do ano novo, as tarefas importantes que incumbem ao governo da RPDC para alcançar no futuro de maneira múltipla, tridimensional e ofensiva as mudanças pelo desenvolvimento integral da construção socialista, e os problemas de princípios a manter em seu cumprimento.

A tarefa urgente, que devem conceder maior importância e trabalhar muito para seu cumprimento o Partido e o governo da RPDC cujo máximo princípio de atividade é o fomento do bem-estar do povo, reside em melhorar o quanto antes a qualidade de vida da população — sinalizou.

Declarou à reunião nova política de desenvolvimento da indústria local, que é uma grande revolução para eliminar os atrasos seculares nas localidades e realizar o anseio de seus moradores, e as medidas importantes para o respeito.

Analisou e avaliou com serenidade o ambiente de segurança do nosso Estado, transformado na zona mais vulnerável à guerra neste mundo, e a periculosidade da histeria conflitiva do imperialismo norte-americano e seus lacaios, e esclareceu o rumo da luta contra os inimigos e as tarefas combativas a serem executadas de maneira mais consistente e intransigente.

No discurso foram expostos os assuntos políticos a serem mantidos pelo setor de relações exteriores no princípio de defender os direitos e interesses estatais, de acordo com a dignidade e prestígio do Estado que estabeleceu a independência anti-imperialista como sua primeira política nacional que nunca será alterada.

Todos os presentes ouviram com profunda emoção o discurso do estimado camarada Kim Jong Un que esclareceu as orientações principais sobre a construção de uma potência prevendo amplamente as perspectivas de cumprimento da causa socialista.

Seu discurso histórico, caracterizado pela fidelidade à sua grande missão e confiança na vitória, serve de bandeira combativa e programa revolucionário que permite acelerar ainda mais a marcha vitoriosa para a potência baseando-se na dignidade heroica e temperamento indomável do Partido, Estado e povo coreanos.

Como primeiro item da ordem do dia, foram discutidos o estado de execução dos orçamentos estatais no ano passado e o projeto dos mesmos para o presente ano.

O deputado Ko Jong Bom, Ministro das Finanças, apresentou o relatório sobre o balanço de execução dos orçamentos estatais no ano passado e os mesmos para o presente, deliberado na Comissão Orçamentária da Assembleia Popular Suprema aberta antes da 10ª reunião de sua ⅩⅣ legislatura.

Depois, intervieram os deputados Pak Jong Gun, Jon Hak Chol, Ri Yong Chol, Han Nam Chol e Kim Myong Chol.

Eles expressaram total apoio dizendo que no relatório submetido à deliberação, fez-se balanço corretamente da execução dos orçamentos estatais do ano passado e compuseram-se os mesmos para o ano novo no princípio de assegurar financeiramente a luta encaminhada a preparar a garantia evidente e prática para o cumprimento do Plano Quinquenal, em aderência ao espírito da Ⅸ Sessão Plenária do Ⅷ Período do Comitê Central do Partido.

Analisaram e fizeram balanço rigorosamente dos sucessos, experiências e erros observados no ano passado nos respectivos setores e entidades e propuseram medidas orientadas a corrigir os problemas pendentes na realidade e fomentar o impulso do desenvolvimento perspectivo, de acordo com o ambiente e situação alterados.

Os oradores expressaram a decisão de garantir com o trabalho audaz e substancial a ascensão contínua da construção socialista, ao colocar em pleno jogo o senso de responsabilidade e ativismo na luta deste ano que reveste grande importância para a execução bem-sucedida do programa do PTC.

Foram adotadas por unanimidade a resolução da APS da RPDC “Sobre a aprovação do balanço de execução dos orçamentos estatais da RPDC para o ano 112 da era Juche (2023)” e a lei da APS da RPDC “Sobre os orçamentos estatais da RPDC para o ano 113 da era Juche (2024)”.

Como segundo item da ordem do dia, foi posto em debate a dissolução dos aparatos para o trabalho com a Coreia do sul.

O deputado Maeng Kyong Il, vice-presidente da APS, apresentou o projeto de resolução da APS que estipula o justo e legal da dissolução imediata das instituições existentes para o diálogo, as negociações e a colaboração entre o Norte e o Sul da Coreia.

A reunião aprovou por unanimidade a resolução da APS da RPDC “Sobre a dissolução do Comitê para a Reunificação Pacífica da Pátria, a Direção de Colaboração de Economia Nacional e a Direção de Turismo Internacional ao Monte Kumgang, da RPDC”.

O presidente da APS, Pak In Chol, proferiu o discurso de encerramento.

A 10ª reunião da ⅩⅣ legislatura da APS concluiu com sucesso o seu trabalho graças ao extraordinário entusiasmo político dos participantes em cumprir o seu importante cargo como representante do povo e autor de gestões estatais na frente da luta decisiva para garantir a dignidade, a soberania e o desenvolvimento independente do Estado e do povo e ascender e ampliar a conjuntura de mudança para a prosperidade nacional.

Em vídeo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *