É possível trabalhar na Coreia do Norte?

A Resposta é sim!

Você sendo um estrangeiro pode sim ir trabalhar na Coreia do Norte, mas já adiantamos que não é nada convencional por enquanto.


Primeira dica é, aprenda Coreano!

Estude até um nível avançado de conversação em Coreano, tudo depende do teu jogo de cintura, se você não dominar o idioma suas chances de fazer conexões no país e eventualmente ganhar uma oportunidade de morar e trabalhar no país vão ser poucas.

Para iniciar seus estudos no Coreano, recomendamos o pessoal da @manseacademia

ou o curso https://exploredprk.com/learn-korean/

A maneira mais fácil de ir trabalhar e morar na Coreia Popular é pegando um trabalho voluntario.

E para isso Recomendamos a universidade PUST

Image for post

Aqui você pode conferir todas a oportunidade para trabalhar voluntariamente lá!

Se prepare desde já, quem sabe um dia não consiga?

pust.co

Por que trabalhar voluntariamente?

É a porta mais fácil para criar conexões no país, fazer amigos, trocas experiencias, aprender mais sobre a sociedade única que é a Norte Coreana.

Esses mesmos amigos podem te convidar para ir visitar eles e passear na RPDC, além da enorme imersão cultural que você vai ter ao viver com o povo Coreano durante seu trabalho no país.

Image for post

Abrir essas portas é uma maneira única porem essencial pra você se desenvolver socialmente na Coreia Popular, e com isso pode trocar mensagens com seus amigos Norte Coreanos e os mesmos te auxiliarem em como proceder, com quem falar ou para onde mandar sua solicitação/currículo para que consiga uma oportunidade de trabalho no país socialista mais avançado ideológica e socialmente.

Se é trabalho voluntario então não vou receber?

Como vou pagar minha acomodação e minha alimentação na RPDC?

Exatamente, o trabalho voluntario não é remunerado, mas você vai ter acomodação no campus da universidade e 3 refeições por dia, tudo por conta da universidade.

Como posso fazer essas conexões com os alunos e professores?

Durante seu período de trabalhando na universidade você vai viver com os estudantes, café da manhã, almoço e jantar.

é uma ótima oportunidade de trocar e-mails com os estudantes que anos depois vão se tornar graduados no país.

Por causa das sanções do conselho de segurança da ONU, as resoluções 1718 e 1874 limitam transferências e comunicações entre a Coreia e o Mundo

O Material que chega pra gente da Coreia do Norte é muito limitado, se você não falar Coreano é muito mais limitado ainda.

Image for post

Por isso muitas coisas internas da RPDC que lidamos como desconhecidos por ser um “regime do mal” e “país mais fechado do mundo” não poderia estar mais errado.

Pelo contrário, o país diariamente tenta mais e mais se conectar com o mundo, maioria dos seus jornais trabalha em vários idiomas e transmite o mesmo material que transmite internamente, sobre problemas do país, desafios, conquistas, musica, futebol, cultura, arte, politica e etc…

E a grande maioria dos sites da Coreia do Norte tem versões em inglês para facilitar o acesso da informação ao grande publico internacional.

Mesmo que esse mesmo material nunca chegue ao grande publico pelo Google por conta do algoritimo, não deixa de existir de fato um interesse por parte dos Norte Coreanos de se abrirem.

E isso não é de hoje não.

Recomendamos esse documentário para sentirem um pouco da experiencia de como é trabalhar na PUST.

Só um toque, esse documentário foi produzido quando a universidade tinha acabado de abrir, atualmente muitas coisas melhoraram.

Poxa eu não quero trabalhar como voluntario na PUST, tem outra forma de ir pra RPDC?

Tem sim, se seu propósito é morar / estudar e trabalhar, existem algumas outras opções um pouquinho mais complicadas.

Você pode estudar na RPDC, ir para lá fazer um intercâmbio, graduação ou uma pós graduação.

Com o visto de estudante você pode morar lá, viajar e também ter a oportunidade de fazer conexões ainda melhores com colegas da universidade e professores.

Já tivemos acesso a alguns relatos de pessoas que foram convidadas pelo governo a viver no país depois de acabar o curso de pós graduação.

Em breve soltaremos um artigo explicando sobre o intercambio na Coreia do Norte.

Além dessas opções, existem outra forma de trabalhar na RPDC?

Após você dominar o coreano e já tiver experiencia no pais, conhecer a constituição, o código penal e a cultura Coreana, assim como os costume desse povo, basta ir até uma embaixada e verificar quais procedimentos você deve fazer para imigrar a Coreia Popular.

Vale a pena ressaltar que atualmente eles ainda não tem um sistema convencional para tratar da imigração com outros países.

Esperamos que as sanções que tanto estrangulam o povo Norte Coreano acabem logo para que o mesmo consiga se desenvolver melhor e criar um ambiente que facilite o intercambio e a imigração.

para entender alguns aspectos de como as sanções limitam os estrangeiros ao irem para a RPDC, recomendamos esse artigo aqui:

Rafael Pardan, KPR – Kpop pela Reunificação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *