Como é fazer turismo na Coreia do Norte?

Abordaremos alguns mitos nesse artigo.

Os turistas são vigiados por agentes do governo quando visitam a Coreia do Norte? Como isso funciona?

por que achamos isso?

Nós iremos tentar esclarecer um pouco mais essa ideia.

Quando eu solicito um visto para turismo no país vou precisar ser acompanhado por alguém?

A respostas é sim, mas não é bem o que “parece”, ninguém fica escondido na quina da parede observando o que você está fazendo ou com quem você está falando.

Image for post

Na Verdade, existe um ponto bem importante que os divulgadores desse sensacionalismo aqui no ocidente não costumam contar e fazem isso de forma proposital, para evitar que cheguemos a uma conclusão diferente do que é esperado por eles, e que é um dos detalhes mais importantes.

Quando compramos um pacote com alguma agência de turismo já pagamos praticamente tudo, inclusive o guia turístico:

Image for post

Mas por que precisamos fazer isso?

Provavelmente você não sabia disso, porem as sanções te proíbem de fazer transações bancárias e pagamentos via cartão.

Para exemplificar, se do dia para a noite essas sanções fossem colocadas no Brasil, os vários turistas visitando o país estariam sozinhos, sem a moeda local, sem saber falar nosso idioma, sem poder pegar transporte, achar lugar pra ficar, comer ou beber.

Um pesadelo né?

No caso da coreia, essa situação desastrosa seria muito frequente se o governo não organizasse as visitas turísticas da forma que faz. Se fosse pelas sanções, naturalmente a Coreia do Norte seria um país muito arriscado de se conhecer, afinal teríamos que andar com malas de dinheiro. E esse é um dos motivos pelos quais essas sansões existem.

No fim das contas, quem deseja que o país não receba visitantes são os mesmos que colocam as sanções e não o governo norte coreano.

Além disso, muito comum que países não te deixem entrar para fazer turismo se você não mostrar seu itinerário, sua acomodação paga ou o dinheiro necessário para que o estado não tenha nenhum problema com você. Evidentemente, cada país é responsável por sua política de turismo, afinal conhecem suas capacidades e limitações, mas compreendemos que com a situação da Coreia do Norte por conta das sanções, alguns cuidados e precauções são necessárias para que sua viagem seja a mais agradável possível, e isso é refletido nas experiencias de quem vai ao país sem preconceitos.

Então eu só posso andar na Coreia do Norte acompanhado?

Na verdade, não. O visto de turismo é o único que funciona desse jeito. O visto para fazer comercio no país, o de intercambio (sim! estudar e morar no país) ou vistos diplomáticos funcionam cada um de uma forma diferente, assim como em todo país.

E tem outra coisa, você pode visitar a Coreia do Norte se você for convidado por algum norte coreano, daí a pessoa que te convidou vai ficar responsável por você no país. É semelhante a como funciona para qualquer visto de dependentes em diversos países.

Se você fizer algum amigo Norte Coreano pode convidar ele pra te visitar no brasil tambem.

Image for post

O documentário sul coreano “To kill Alice” mostra um pouco disso.

O documentário mostra uma Sul Coreana que tinha visitado a Coreia do Norte e fez amizade com uma Norte Coreana e visitava ela frequentemente.

Com isso já está praticamente respondido, porem podemos ir um pouco além.

Quem diz que a Coreia do Norte coloca guias turísticos para te acompanhar durante toda a viagem por experiencia com os chineses não esta completamente errado.

Mais de 80% do turismo no país é feito por Chineses! é uma pratica deles para economizar dinheiro acabou virando um costume: viajar em excursões onde se freta um ônibus, um guia turístico 24h que sabe falar o idioma com tudo já organizado antes de irem.

Grupos de turistas Chineses visitando outros países.

Image for post

Image for post

Além disso, podemos levar em consideração a ideia do país esta em guerra e sofrer ameaças diárias?

Podemos sim, a questão de segurança existe também. Afinal, já houve vários casos famosos dentro da Coreia do Norte que estrangeiros foram lá como turistas, porem com intenções de cometerem crimes. E supomos que os guias turísticos devem ter uma leve instrução de como agir em caso de descobrir intenções malignas contra o país de algum visitante, afinal a prioridade da Coreia sempre vai ser proteger seu povo. Mas cogitar que os guias turísticos são agentes do governo que querem esconder a verdade sombria por detrás dos passeios é simplesmente absurda de conspiratória.

A CIA já teve muitos esquemas expostos na Coreia do Norte.


Sou obrigada a andar sempre com meu guia turístico?

claro que não, por mais que exista essa forte recomendação durante os passeios, ninguém vai te prender se você decidir sair do hotel e dar um passeio na rua ou falar com norte coreanos.

Isso é evitado, afinal você é um estrangeiro e não conhece o país, os costumes e a cultura. Você pode fazer algo de errado que pode dar dor de cabeça para os guias e problemas para a agencia de turismo. Todos nós sabemos como um símbolo com a mão pode significar coisas radicalmente diferentes dependendo da cultura, por exemplo. Se isso acontecer, a agência pode até ser responsabilizada.

Como vimos anteriormente, você precisar de um guia turístico é pra sua própria segurança, então podem te falar que você não pode (não deve) sair por ai sozinho, mas se você o fizer não irá ser preso, a não ser que esteja cometendo um crime ou fazendo algo muito suspeito. É bem raro você ser advertido por conversar com norte coreanos na rua, mas caso isso ocorra é apenas para evitar o assédio e perguntas perturbadoras que os turistas fazem com frequência.

Já assistimos vídeos de turistas indo pra cima de pessoas andando na rua com seus filhos para perguntar coisas nojentas, como se no país tinha pornografia escondida do governo, se eles querem fugir ou se eles tem alguma mensagem para dizer para o público. Imagina você andando na rua e receber esse tipo de abordagem de um estranho de outro país… pois é.

O guia turístico-tradutor, também dorme no mesmo hotel que vocês ficarem, você também pode convidar ele(a) para ir em algum bar ou restaurante lanchar de noite para fazer amizade.

Image for post

Image for post

Esperamos que com esse artigo vocês consigam desmistificar um pouco esse olhar perturbador e conspiratório que lançamos sobre pessoas tão gentis e simpáticas que são os Guias turísticos.

Image for post

Rafael Pardan, KPR – Kpop pela Reunificação

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *