Presidente Kim Il Sung

Entrando nos tempos modernos, a Coreia, com uma história de 5.000 anos e uma brilhante cultura, gradualmente enfraqueceu no poder nacional devido à política de subserviência e dependência de forças externas da dinastia feudal Joson e foi reduzida a um teatro de competição pelas potências. Finalmente, foi colocada sob ocupação militar japonesa desde 1905.

Foi ninguém menos que o grande Líder camarada Kim Il Sung que salvou a nação coreana do destino miserável de uma nação em ruína.

Ele nasceu em Mangyongdae, Pyongyang, em 15 de abril de 1 da era Juche (1912), e embarcou na estrada da luta revolucionária pela libertação da Coreia em sua adolescência. No curso do caminho da revolução coreana, ele foi o autor da ideia Juche e da ideia Songun (ideia de dar importância às armas como garantia da independência e de valorização militar) e comandou a luta revolucionária anti-japonesa por duas décadas sob sua bandeira, finalmente alcançando a histórica causa da libertação em 15 de agosto de 34 da era Juche (1945).

Após seu retorno triunfal à pátria libertada, ele fundou o Partido do Trabalho da Coreia sem demora, executou as reformas democráticas, incluindo a reforma agrária, nacionalização dos principais estabelecimentos industriais e a aplicação da Lei de Igualdade de Gênero, e fundou forças armadas regulares. Com base nessas conquistas, ele fundou a República Popular Democrática da Coreia, o primeiro Estado popular democrático no Leste, em 9 de setembro de 37 da era Juche (1948).

Ele salvaguardou a soberania e dignidade da RPDC na Guerra da Coreia (1950-1953) provocada pelos EUA em uma tentativa de sufocar a República de dois anos em seu berço. Ele levou a cabo a reabilitação pós-guerra e a revolução socialista em um curto período e conduziu a construção socialista em várias etapas até a vitória, transformando a RPDC em uma potência socialista independente na política, autossuficiente na economia e autoconfiante na defesa.

Ele considerou “O povo é o meu deus” como seu lema de vida e sua política benevolente fez com que um sistema socialista centrado no povo fosse profundamente enraizado na RPDC.

Ele avançou os princípios e vias fundamentais para a reunificação da Coreia, incluindo os Três Princípios da Reunificação Nacional, o Programa de Dez Pontos da Grande Unidade de Toda a Nação e a Proposta de Fundação da República Federal Democrática de Koryo, e dedicou tudo de si à causa da reunificação nacional até o último dia de sua vida.

Ele definiu independência, paz e amizade como o ideal básico da política externa da RPDC e elevou seu prestígio internacional por meio de suas energéticas atividades externas. Trabalhando como Chefe de Estado e veterano da política mundial por quase meio século, fez contribuições imortais para desenvolver e fortalecer o movimento socialista e o dos não-alinhados.

Não é fortuito que o ex-presidente Jimmy Carter tenha dito que o Presidente Kim Il Sung era maior que os três presidentes americanos que representaram a construção da nação e o destino dos Estados Unidos – George Washington, Thomas Jefferson e Abraham Lincoln – juntos.

A RPDC conferiu-lhe o título de Generalíssimo por ocasião do 80º aniversário do seu nascimento. Embora tenha falecido em 8 de julho de 83 da era Juche (1994), ele está sempre vivo nos corações do povo coreano e dos progressistas de todo o mundo como o pai fundador da Coreia socialista, pioneiro da causa da independência da humanidade, eterno Presidente da RPDC e Sol do Juche.

Leave a Reply

Your email address will not be published.