Dirigente Kim Jong Il

Ele iniciou sua direção mediante o Songun com a inspeção da Divisão Guarda de Tanques 105 “Seoul” Ryu Kyong Su, em 25 de agosto de 49 da era Juche (1960). Desde que começou seu trabalho no Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia, em 19 de junho de 53 da era Juche (1964), ele liderou o PTC, o exército e o povo por meio século, realizando façanhas imortais ante a época e a história.

Ele formulou a ideia revolucionária do grande Presidente Kim Il Sung como Kimilsungismo e adicionou brilho a ela como eterna ideologia diretriz do PTC e da RPDC. Ele proclamou como o programa máximo do PTC a modelação de toda a sociedade com o Kimilsungismo e sabiamente organizou e liderou o trabalho para sua realização. Ele reuniu estreitamente amplas seções das massas ao redor do PTC administrando a política benevolente e abrangente e fortaleceu notavelmente a força motriz da causa socialista ao perceber a consistência do exército e do povo em ideias e espírito de luta.

Após o falecimento do Presidente Kim Il Sung, Kim Jong Il estabeleceu um exemplo na realização da causa de imortalização do líder e garantiu que as instruções de vida do Presidente fossem levadas adiante como diretrizes em todos os campos da revolução e da construção para fazer com que sua vida e façanhas brilhem por eras.

Nos últimos anos do século passado, quando a RPDC estava sofrendo o impacto da ofensiva antissocialista das forças imperialistas aliadas lideradas pelos EUA, ele formulou a política Songun como o principal modo de política do socialismo e a administrou de uma forma abrangente. Ele desenvolveu o Exército Popular da Coreia como um exército invencível, construiu a moderna indústria de defesa autoconfiante em todos os sentidos e realizou o armamento de todo o povo e a fortificação de todo o país em alto nível.

Década após década, ele acendeu a tocha de um novo auge revolucionário e dirigiu o impulso para inflamar as chamas da revolução industrial no novo século, e como resultado, a RPDC pôde demonstrar seu poderio como fabricante e lançador de satélites artificiais e uma potência científica e tecnológica que possui total domínio da tecnologia CNC.

Fiel às instruções do Presidente para a reunificação da Coreia, ele estabeleceu as Três Cartas para a Reunificação Nacional e fez com que a Declaração Conjunta de 15 de Junho e a Declaração de 4 de Outubro fossem adotadas entre o Norte e o Sul da Coreia para inaugurar uma nova era do movimento de reunificação independente avançando sob o ideal de “Entre nós, os compatriotas”.

Ele expandiu e desenvolveu as relações de amizade e cooperação com outros países que aspiram à independência com sua estratégia diplomática experiente e energéticas atividades exteriores e, assim, fez grandes contribuições para salvaguardar a paz e a estabilidade do Nordeste da Ásia e do resto do mundo.

Ele continuou sua marcha forçada de orientação de campo dia e noite com uma vontade indomável e energia sobre-humana, considerando “O povo é o meu Deus” como seu lema. Ele faleceu em um trem em movimento em 17 de dezembro de 100 da era Juche (2011).

Após o seu falecimento, a RPDC conferiu-lhe o título de Generalíssimo da RPDC e o manteve em em alta estima como o eterno Secretário-Geral do Partido do Trabalho da Coreia e eterno Presidente do Comitê de Defesa Nacional da RPDC.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *