Coreia do NorteDiplomaciaMilitarRelações Intercoreanas

Kim Yo Jong divulga declaração sobre recente reunião do Conselho de Segurança

Pyongyang, 22 de novembro (ACNC) — A subchefe de departamento do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia, Kim Yo Jong, divulgou, no dia 22, a seguinte declaração:

No dia 21, sob a instigação dos EUA, o Conselho de Segurança da ONU realizou a reunião aberta na qual questionou nosso lançamento de teste do novo ICBM tipo “Hwasongpho-17”.

Fazendo vista grossa dos frequentes exercícios militares de caráter altamente perigoso e do excessivo aumento ambicioso das forças armadas dos EUA e da Coreia do sul mirando a RPDC, o Conselho de Segurança acusou o exercício do inalienável direito da RPDC a autodefesa em resposta a eles, fato que se torna uma óbvia conduta de padrão duplo.

O ridículo disso tudo é que assim que essa reunião terminou, os EUA publicaram, sem conseguir esconder seu descontentamento, uma asquerosa “declaração conjunta” junto com um grupinho com Grã-Bretanha, França, Austrália, Japão e Coreia do sul para desabafar sua raiva pela frustração de sua intenção doentia.

É uma cena comparável com um cachorro latindo acovardado.

Nosso governo condena categoricamente tal loucura dos EUA e seus satélites reacionários como uma flagrante violação de nossa soberania e uma grave provocação política, destinada a levar a situação na Península Coreana a uma nova fase de crise.

Nosso país jamais tolerará quem censurar o exercício do direito a autodefesa para salvaguardar a segurança nacional e responderemos com dura intransigência até o fim.

Os EUA devem ter em mente que nunca serão capazes de suprimir nosso direito a autodefesa, apesar de suas desesperadas manobras para desarmar-nos, e que enfrentarão a crise de segurança mais fatal quanto mais se concentrarem em ações hostis contra nós.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *