Tem lugar ato central e manifestação massiva de cidadãos da capital pelo Dia do Sol

Pyongyang, 16 de abril (ACNC) — Tiveram lugar solenemente no dia 15 na Praça Kim Il Sung da capital o ato central e a manifestação massiva de cidadãos da capital pelo 110º natalício do Presidente Kim Il Sung.

Participou da ocasião o estimado camarada Kim Jong Un, Secretário-Geral do Partido do Trabalho da Coreia e Presidente dos Assuntos Estatais da República Popular Democrática da Coreia.

Quando o Secretário-Geral chegou à tribuna em meio à performance da música de boas-vindas, fogos de artifício foram lançados, inúmeros balões subiram ao céu e estrondosas vivas irromperam da multidão.

O Secretário-Geral respondeu com a mão levantada as aclamações e dirigiu uma cordial saudação a todos os habitantes do país que acolheram o significativo Dia do Sol com o elevado entusiasmo político e orgulhosos êxitos de trabalho.

Também ocuparam a tribuna Choe Ryong Hae, membro do Presidium do Bureau Político do Comitê Central do PTC, primeiro vice-presidente da Comissão de Assuntos Estatais e presidente do Presidium da Assembleia Popular Suprema da República Popular Democrática da Coreia, Jo Yong Won, membro do Presidium do Bureau Político e secretário de organização do CC do PTC, e Kim Tok Hun, membro do Presidium do BP do CC do PTC, vice-presidente da Comissão de Assuntos Estatais e Primeiro-Ministro da RPDC.

Distinguiam-se ainda os quadros do Partido e do governo, os chefes e primeiros subchefes de departamento do CC do PTC, os funcionários responsáveis do Conselho de Ministros, entidades de massas, ministérios e órgãos centrais, os funcionários e os beneméritos que se destacaram no cumprimento das políticas partidárias.

Encontravam-se ali também Ri Yong Gil, Kwon Yong Jin, Rim Kwang Il e outros diretivos das instituições das forças armadas.

Participaram os funcionários do CC do PTC, os de ministérios e órgãos centrais, os oficiais e soldados do Exército Popular da Coreia e das forças de Segurança Pública, os professores, empregados e matriculados das escolas revolucionárias, os funcionários e trabalhadores dos organismos, fábricas e empresas da capital.

Ri Il Hwan, membro do BP e secretário do CC do PTC, apresentou o discurso intitulado “A imperecível história revolucionária do grande camarada Kim Il Sung será eterna no curso de avanço vitorioso da causa do Juche”.

O orador assinalou que, apesar da mudança das gerações, se conserva mais profundamente no coração do povo coreano a verdade de que são possíveis a vitória e prosperidade eternas da Coreia e a dignidade, glória e felicidade do povo graças ao 15 de abril de 1912, quando nasceu o Presidente Kim Il Sung.

Referiu-se à nobre vida revolucionária, caracterizada pelo ideário Iminwichon, do grande homem sem igual que, durante toda a sua vida, defendeu a dignidade e os direitos do povo e ofereceu-lhe uma vida feliz compartilhando o mesmo destino.

Os 110 anos da Coreia de Kim Il Sung deixam o balanço de que nosso Estado se converterá na melhor potência do mundo, onde se tenha materializado perfeitamente o ideal do povo, sem hesitação alguma ante quaisquer provas e vicissitudes, quando glorifiquemos sempre as ingentes façanhas do Presidente e avancemos a passos firmes pelo único caminho do Juche pavimentado por ele.

Nosso Estado e povo sairão sempre vitoriosos porque contam com as enciclopédicas heranças da revolução, que fazem síntese da vida sagrada do Presidente Kim Il Sung e do Dirigente Kim Jong Il e com a direção provada do CC do Partido, encabeçado pelo estimado camarada Kim Jong Un.

Por último, exortou a avançar com vigor para alcançar a vitória da causa revolucionária do Juche, iniciada pelo Presidente Kim Il Sung, e para adiantar o dia em que se cumpra perfeitamente o ideal do PTC que toma como máximo princípio de suas atividades o fomento do bem-estar do povo.

Em seguida, começou a manifestação massiva dos cidadãos de Pyongyang.

Entrou na praça a coluna carregando uma longa bandeira nacional, símbolo da mui digna RPDC.

Os manifestantes marcharam adiante segurando com cortesia a bandeira sagrada com o orgulho de ter coroado com vitórias e glórias as severas décadas da revolução hasteando-a no transcurso do século.

Ao entrar na praça o bloco com as estátuas do Presidente Kim Il Sung e do Dirigente Kim Jong Il, foram lançados fogos de artifício e inúmeros balões.

Os integrantes da fileira de operários e da de camponeses dançantes avançaram impetuosamente portando os letreiros de “Meu país socialista construído pelo Líder!”, “Chollima lendário chamado pelo Líder!”, “Longo trajeto de visitas de orientação pelo povo!”, e outros.

O estimado camarada Kim Jong Un respondeu às aclamações do povo fidedigno que apoia o Partido e o Estado com a fidelidade e o ímpeto revolucionário.

No chão da Praça desenhavam-se as letras que simbolizam a grande história, como “Independência, autossustento e autodefesa”, “Coreia de Chollima” e “Caminho do Juche”, e redobram a convicção de que todas as vitórias e glórias estão no caminho de marchar adiante confiando na justeza e vitória de sua causa.

As fileiras de jovens e estudantes com tambores, de esposas de militares, de beneméritos e de integrantes da União de Crianças da Coreia expressaram a firme decisão dos participantes de enaltecer os grandes Líderes como Sóis eternos e culminar a causa do Juche sob a bandeira da revolução contínua e cumprir, assim, com sua missão e dever como descendentes do Presidente e soldados e discípulos do Dirigente.

Marcou o fim da manifestação a coluna que gritava em coro os slogans segurando em alto a bandeira vermelha de grande tamanho com as palavras “Potência socialista”, “Unidade monolítica” e “Autoconfiança” que refletem o ímpeto do povo coreano por antecipar nova vitória da revolução sob a orientação do Secretário-Geral e segundo a ideia de dar primazia ao nosso Estado.

O Secretário-Geral voltou a responder cordialmente às estrondosas aclamações das massas agitando-lhes a mão.

O ato central e a manifestação dos cidadãos da capital em homenagem ao 110º natalício do Presidente Kim Il Sung puseram de pleno manifesto o temperamento revolucionário e a vontade do povo coreano de alcançar a prosperidade e desenvolvimento gerais do socialismo ao estilo coreano apoiando com inteira disposição a direção do estimado camarada Kim Jong Un.

Em vídeo

Leave a Reply

Your email address will not be published.