Manifestam-se na atual batalha profilática as vantagens do sistema socialista da Coreia

Pyongyang, 18 de maio (ACNC) — Vários dias transcorreram desde que o trabalho profilático estatal assumiu o caráter de emergência máxima.

Durante esses dias, os coreanos se sentem cada vez mais gratos pelo Partido e pelo Estado.

A atenção minuciosa do Partido-mãe amparou cada pessoa e lar e se faz mais solícita na atual situação tão severa.

O Secretário-Geral do Partido do Trabalho da Coreia, Kim Jong Un, tomou uma após outra as medidas revolucionárias preocupando-se mais que ninguém pelas dificuldades e penas que sofreria o povo em condições de bloqueio.

Voltou a dirigir, no dia 15, a reunião consultiva do Bureau Político do Comitê Central do Partido e percorreu em seguida as farmácias da capital para averiguar pessoalmente o estado de fornecimento de medicamentos.

Em pleno acato ao seu nobre propósito, impulsiona-se fortemente em todo o país o trabalho para fornecer a tempo os remédios à população necessitada.

Sob o princípio de facilitar ao máximo o conforto do povo, as instituições de tratamento e prevenção se esforçam muito para que os medicamentos sejam distribuídos integralmente aos pacientes.

Todas as farmácias passaram ao sistema de operação de 24 horas.

Distribuem-se as provisões, combustíveis para cozinhar, condimentos e hortaliças aos núcleos familiares e se reportam a cada dia mais casos de ajuda mútua.

Os dirigentes trabalham com abnegação para facilitar, tanto quanto possível, as condições de trabalho e vida dos empregados das respectivas entidades.

A tais condutas louváveis somam-se a partilha de medicamentos entre os vizinhos e a ajuda aos funcionários médicos muito ocupados com a checagem médica.

Leave a Reply

Your email address will not be published.