Rodong Sinmun celebra os 40 de “Sobre a ideia Juche”

Pyongyang, 31 de março (ACNC) — O diário Rodong Sinmun publicou nesta quinta-feira um artigo individual dedicado ao 40º aniversário da publicação da obra do Dirigente Kim Jong Il “Sobre a ideia Juche”.

A obra enciclopédica, publicada em 31 de março de 71 da era Juche (1982), aprofunda a ideia Juche como a grande guia diretriz da era da independência e ilumina os meios para forjar o destino das massas populares — assinala o artigo e continua:

Ao longo dos 40 anos desde a publicação da obra, foram comprovadas na prática a veracidade absoluta e a vitalidade da ideia Juche, a diretriz da revolução coreana, mantida como a firme fé no coração de todo o povo coreano.

Sendo uma ideia revolucionária popular que sintetiza a demanda da época e a vontade das massas populares, a imortal ideia Juche pode ser simpatizada e aceita por todos os homens que aspiram à independência.

O Dirigente levou adiante a causa socialista mantendo firmemente com guia diretriz a ideia Juche, concebida pelo Presidente Kim Il Sung.

Sob sua sábia orientação, o Partido do Trabalho da Coreia e a revolução coreana avançaram com segurança pelo caminho da independência e do socialismo, sem o menor erro ou desvio na adoção de suas linhas.

O Secretário-Geral do PTC, Kim Jong Un, com suas energéticas atividades teórico-ideológicas, definiu a ideia revolucionária do Presidente e Dirigente como o Kimilsungismo-Kimjongilismo no início do novo século do Juche e a declarou como eterna guia diretriz do Partido e da revolução.

Foi aberta a nova era de auto-estima e prosperidade, ou seja, a de dar primazia ao nosso país, e chegam à máxima altura a dignidade e a posição do povo coreano. Tais êxitos testemunham a veracidade da grande ideia Juche.

Em erguer no alto a bandeira da ideia Juche reside a vitória e a prosperidade – este é o balanço histórico da revolução coreana.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *