Coreia do NorteEconomiaSaúde

Kim Tok Hun supervisiona hospital em Pyongyang e setores importantes da economia

Pyongyang, 2 de fevereiro (ACNC) — Kim Tok Hun, membro do Presidium do Bureau Político do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia, vice-presidente da Comissão de Assuntos Estatais e primeiro-ministro da República Popular Democrática da Coreia, averiguou em campo o estado de construção do Hospital Geral de Pyongyang e o trabalho de setores importantes da economia nacional.

Ao visitar o canteiro de obras do hospital, o primeiro-ministro exortou todos os funcionários e construtores a dar mais estímulo ao trabalho em acato ao nobre propósito do CC do Partido de erguer o mais rápido possível outra moderna base de serviços médicos para oferecer ao povo.

Enfatizou a necessidade de reforçar a equipe de construtores, acelerar a criação de áreas verdes e fornecer a tempo nas entidades correspondentes os materiais, equipamentos e outros necessários para levar a obra a bom termo, bem como impulsionar substancialmente os preparativos para a operação.

No Ministério da Indústria Elétrica, destacou a importância da produção de eletricidade para a materialização da resolução da 9º Sessão Plenária do Ⅷ Período do CC do Partido e discutiu os meios para manter com estabilidade em um alto nível a produção elétrica e aumentar a capacidade geradora por meio da administração normal e remodelação técnica dos geradores e do sistema de transmissão e distribuição de energia elétrica.

Realizou uma consulta em campo com os funcionários do Ministério da Indústria Carbonífera e tomou as medidas para aumentar a produção de carvão para a geração termoelétrica por meio da campanha patriótica socialista pelo aumento produtivo e garantir o crescimento seguro da produção ao preparar suficientemente os depósitos de reserva e introduzir muitos equipamentos de extração de alta eficácia.

Ao verificar no Ministério das Ferrovias o estado de trabalho do primeiro mês para a implementação da resolução partidária, apontou que os funcionários e trabalhadores do setor de transporte ferroviário devem assegurar com prioridade o transporte de cargas, necessárias para o cumprimento das importantes tarefas políticas, inclusive a “política de 20×10 para o desenvolvimento local” do Partido ao utilizar com eficiência a existente capacidade de transporte, e cumprir tenazmente as metas de modernização ferroviária, bem conscientes de que defendem as artérias do país e o setor vanguarda da economia nacional.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *