É impulsionada a operação para lidar com a mudança da situação antiepidêmica

Pyongyang, 27 de maio (ACNC) — Dinamizam-se a nível nacional a operação e o comando para reagir com celeridade à situação profilática em mudança mantendo a disposição profilática de emergência máxima.

A Direção Central de Profilaxia de Emergência completa e aplica o projeto operacional que reflete detalhadamente o problema de coordenar com rapidez a política profilática do Estado em contato com os especialistas e definir cientificamente o grau antiepidêmico em cada região segundo a situação de proliferação da epidemia, etc.

Exige desenvolver como movimento massivo a campanha para deter a transmissão da doença viral e eliminar seus vetores no prazo mais curto possível mantendo o bloqueio terrestre, aéreo e naval para impedir a entrada de novas variantes no país.

Fortalece ainda mais o bloqueio da capital e o isolamento por zonas e unidades.

Organizou o grupo de investigação epidemiológica nos órgãos de profilaxia de emergência de todos os níveis com os integrantes do grupo profilático de reação rápida e o de diagnóstico e tratamento rápidos, os professores, pesquisadores e pós-graduandos das universidades de medicina e os especialistas clínicos dos órgãos de tratamento e prevenção de nível provincial.

As entidades de profilaxia de diferentes níveis dão prioridade ao exame das amostras recolhidas nos rios e lagos e intensificam mais do que nunca a esterilização.

Consertam, ordenam e complementam os equipamentos desinfetantes das principais áreas e locais e exigem administrá-los com responsabilidade, além de esterilizar centenas de milhares de metros cúbicos de águas residuais e milhares de toneladas de lixo todos os dias e analisar as amostras coletadas.

Foram colocados em mais de 1.840 pontos os postos profiláticos que intensificam a esterilização do pessoal passageiro e dos veículos e se aguça a vigilância sobre os animais selvagens em mais de 1.830 pontos.

O guia de tratamento de COVID-19 é constantemente renovado e o estudo e a discussão para buscar os tratamentos correspondentes são aprofundados.

Os funcionários dos órgãos do Partido e do Poder organizaram e executaram em campo o fornecimento móvel dos medicamentos, de modo que foram distribuídos apenas no dia 24 a todas as localidades do país dezenas de milhões de medicamentos de mais de 90 tipos.

Graças aos esforços de um milhão e centenas de milhares de médicos, professores e estudantes dos órgãos de formação do pessoal médico e dos ativistas encarregados de higiene do centro e das localidades e à cooperação dos habitantes, se consegue notável avanço no exame médico, no isolamento e no tratamento.

Atenção é dada às crianças, idosos e pacientes com doenças comuns e crônicas e é reforçada a propaganda higiênica para os habitantes.

Os órgãos estatais de direção econômica e os comitês populares de todos os níveis tomam as medidas para estabilizar a vida populacional e assegurar os materiais profiláticos.

O Conselho de Ministros organizou o grupo de comando não-permanente sobre o abastecimento de medicamentos no centro e em todas as províncias, cidades e condados com os funcionários correspondentes para dar solução aos problemas surgidos.

E se concentra em revitalizar a produção das unidades produtoras de materiais profiláticos, das fábricas farmacêuticas e das de medicina tradicional Coryo em diferentes localidades do país.

As entidades competentes abastecem com responsabilidade as matérias-primas, os materiais e outros necessários para a produção de aparelhos profiláticos e médicos e organizam os afazeres para produzir e fornecer muito mais medicamentos tradicionais eficientes para o tratamento das sequelas da doença.

Os comitês populares das províncias, cidades e condados se esforçam ao máximo para minimizar o desconforto e o sofrimento da população e estabilizar sua vida, fornecendo aos núcleos familiares água potável de segurança higiênica e incentivando a operação de grupos de serviço móvel.

Na cidade de Pyongyang foram vendidas em campo centenas de toneladas de verduras e combustível a centenas de milhares de núcleos familiares.

A Fábrica de Alimentos para Crianças de Pyongyang cumpriu com antecedência o plano mensal de produção do leite em pó e da farinha de arroz enquanto o domínio comercial e os comitês populares provinciais consideram como sua maior prioridade o fornecimento desses alimentos às crianças das respectivas localidades.

Leave a Reply

Your email address will not be published.