A Eficiência e qualidade na Educação na Coreia Popular

A RPDC pôs em prática 45 da era Juche (1956) o sistema de ensino primário obrigatório geral e, 2 anos depois, o mesmo para o ensino secundário.

Foi aprovada em 1966 a lei da Assembleia Popular Suprema sobre a aplicação do ensino técnico obrigatório geral de 9 anos e foi colocado em prática desde o dia 1 de setembro de 1975 o ensino de 11 anos de mesmo tipo.

Em particular, foi promulgada em setembro de 2012 a lei da APS para estender a 12 anos o sistema educacional deste tipo.

Os alunos coreanos estudam de graça, recebendo a cada ano novos uniformes e materiais escolares, e desenvolvem seus talentos nas bases de educação extracurricular estabelecidas em todo o país.

Os matriculados em institutos superiores de fábricas e fazendas, de pesca e no sistema de teleducação recebem educação de qualidade, assim como os alunos de ensino regular.

Os trabalhadores e funcionários aprendem sem deixar o trabalho graças ao sistema de educação à distância estabelecido na Universidade Kim Il Sung, na Universidade de Tecnologia Kim Chaek e outras.

Muitos trabalhadores, jovens e crianças visitam com prazer o Palácio de Estudos do Povo e o Palácio de Ciências e Técnicas, centros de divulgação de ciências e tecnologias de ponta.

Além disso, foram acondicionados em diferentes localidades, ramos e entidades as bases de divulgação de avanços técnico-científicos.

Alessandro Henrique, KFA – Brasil – Associação de Amizade com a Coreia

Leave a Reply

Your email address will not be published.