Vitória contra o coronavírus! Realizado Balanço Nacional do Trabalho Antiepidêmico de Emergência

Pyongyang, 11 de agosto (ACNC) – Sob a orientação do grande Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia, os habitantes de todo o país propiciam, com a fé na vitória e o otimismo, a nova conjuntura para o desenvolvimento integral do socialismo e a construção da capacidade profilática do Estado triunfando com êxito na guerra contra a doença infecciosa maligna.

No curso de acabar com a crise profilática, de uma gravidade sem precedentes após a fundação do país, ficaram comprovados a liderança e a combatividade do PTC e o caráter justo e científico da política antiepidêmica do Estado. Igualmente, manifestaram-se plenamente a superioridade político-ideológica do regime socialista ao estilo coreano e sua típica força organizada e unida e se multiplicaram a confiança do povo no CC do Partido e sua convicção revolucionária e vontade de lutar.

Teve lugar no dia 10 na capital o Balanço Nacional do Trabalho Antiepidêmico de Emergência, convocado pelo CC do PTC e o Conselho de Ministros da RPDC.

A reunião foi dirigida pelo estimado camarada Kim Jong Un, Secretário-Geral do PTC e Presidente dos Assuntos Estatais da RPDC.

Quando ele subiu na tribuna da sede da reunião, todos os participantes saudaram efusivamente o líder sem par que, ao assumir a importante missão de se responsabilizar pelo destino da pátria e do povo, conduz o Partido, o Estado e o povo à vitória definitiva da batalha antiepidêmica trabalhando incansável e abnegadamente com seu nobre amor pelo futuro.

Participaram da ocasião Kim Tok Hun, membro do Presidium do Bureau Político do CC do PTC, vice-presidente da Comissão de Assuntos Estatais e Primeiro-Ministro da RPDC, Pak Jong Chon, membro do Presidium do Bureau Político e secretário do CC do PTC, Ri Il Hwan, Pak Thae Song, Kim Yo Jong, Ri Chang Dae, Pak Su Il, Kim Yong Hwan e outros quadros responsáveis do Partido e do governo, os funcionários dos ramos de profilaxia e saúde pública, delegados do Partido e membros do grupo de enviados às zonas fronteiriças, dos comandos das unidades militares que cumprem a missão de quarentena, os membros das direções de profilaxia emergente de todos os níveis, os voluntários que contribuíram para a campanha profilática de emergência e os funcionários dos departamentos correspondentes do CC do Partido.

Também participaram Ri Yong Gil e outros funcionários do ramo de profilaxia emergente do Ministério da Defesa Nacional.

O Hino Nacional da RPDC foi solenemente executado.

O estimado camarada Kim Jong Un proferiu um importante discurso que declarou a vitória da batalha profilática de emergência máxima.

Após resumir e analisar a situação de profilaxia de até agora após a ativação do sistema profilático de emergência máxima, o Secretário-Geral declarou solenemente, em representação do CC do Partido e do governo da RPDC, a vitória na batalha profilática de emergência máxima para proteger a vida e a saúde da população eliminando o novo coronavírus, que havia se infiltrado no interior do país, e estendeu felicitações cordiais e agradecimento aos habitantes de todo o país e aos oficiais e soldados do Exército Popular da Coreia que levaram ao triunfo tal combate.

Afirmou que a vitória valiosa alcançada pelo povo coreano é a da política profilática do PTC, da estratégia do Estado de enfrentamento à crise e da resistência própria do povo coreano e sua unidade monolítica e o grande triunfo da superioridade institucional do socialismo ao estilo coreano.

E reconheceu os funcionários dos ramos de profilaxia e saúde pública de todo o país e os combatentes de medicina militar que trabalharam com todo empenho dedicando sua força, inteligência e devoção para adiantar a vitória da batalha profilática de emergência máxima para defender a tranquilidade do Estado e do povo da crise sanitária.

Analisou e fez balanço dos valiosos êxitos, experiências e lições obtidos em impulsionar sem parar os trabalhos planejados para este ano no setor agrícola, de construção e nas indústrias-chave e assegurar o andamento sem dificuldade de todos os trabalhos do Estado apesar da situação de crise emergencial.

Apresentou os princípios e tarefas importantes para manter férreo o muro profilático e intensificar a campanha antiepidêmica até que se ponha fim à crise sanitária mundial, consolidando a vitória alcançada na atual batalha.

Exortou a dar forte impulso à tarefa histórica para garantir a segurança do Estado e do povo e alcançar o desenvolvimento integral do socialismo ao estilo coreano com a fé na luta e no futuro do povo coreano e o otimismo.

Finalmente, formulou votos pela boa saúde do respeitável e amado povo coreano e pela tranquilidade de todas as famílias do país.

Quando terminou seu discurso, todos os reunidos lhe dirigiram estrondosas vivas recordando com muita emoção a grande proeza e a consagração ao povo dele que trouxe a vitória fulminante ao conduzir à frente a aguda batalha profilática com a vontade de trabalhar com dedicação até o fim pela felicidade e tranquilidade do povo.

A reunião ouviu o relatório de Kim Tok Hun.

O relatório adiantou que a RPDC estabeleceu o recorde da história mundial de profilaxia ao manter-se livre do vírus maligno por 2 anos e 3 meses em meio ao flagelo sanitário de alcance global e recuperou a estabilidade profilática completa em um prazo tão curto de 80 dias e pouco, e avaliou-o de vitória milagrosa nunca antes vista na história mundial da saúde pública que alcançaram o Partido e o povo coreanos sob a orientação extraordinária de seu grande líder.

A batalha antiepidêmica transcorrida até hoje desde maio passado, em que se reportou o caso emergente de maior gravidade, ou seja, a entrada do vírus maligno no interior do país, foi o tempo comovente em que se materializou em uma altura mais alta o nobre propósito do CC do PTC de que esta organização deve se responsabilizar, aconteça o que acontecer, pelo destino da pátria e pela vida e segurança do povo — apontou e prosseguiu:

Sendo praticamente o comando geral do trabalho profilático desde o início da transição desta campanha estatal para o sistema de emergência máxima, o Bureau Político do CC do Partido canalizou para ela todos os recursos humanos, materiais e técnico-científicos do país e levou à fase de estabilização a situação profilática no prazo mais curto convocando em mais de 10 ocasiões as importantes reuniões partidárias e averiguando em campo os problemas surgidos.

Na 8ª reunião do BP do Ⅷ período do CC do PTC, realizada em maio, o Secretário-Geral do PTC, Kim Jong Un, instruiu a passagem da campanha profilática do Estado ao sistema de emergência máxima e elucidou os princípios, tarefas e meios frente à inesperada crise profilática, inclusive o problema de aplicar a medida de bloqueio por regiões e isolamento por unidades para eliminar todos os canais de transmissão do vírus maligno.

Estimulados pela orientação excepcional do Secretário-Geral e seu trabalho incansável e abnegado, os habitantes de todo o país se mobilizaram unanimemente na batalha contra o vírus maligno com o alto senso de responsabilidade como participante e autor do mesmo combate.

Nesse processo, estabeleceu-se o estilo de acatar incondicionalmente as medidas profiláticas do Partido e do Estado e observar voluntariamente o regulamento e procedimento estabelecidos e se fez mais forte o ambiente social contra a epidemia.

À ordem especial da Comissão Militar Central do Partido, os efetivos da medicina militar do Exército Popular da Coreia se localizaram na linha de frente da campanha antiepidêmica da capital.

Ao mesmo tempo em que distriburiam com mais velocidade e exatidão aos cidadãos da capital os medicamentos preparados pelo Partido-mãe, realizaram muitos trabalhos em benefício do povo demonstrando o caráter popular do corpo armado revolucionário do Partido e aprofundando o afeto entre os militares e os civis.

Seguindo o exemplo deles, numerosos médicos de diferentes partes do país trataram com toda devoção os habitantes sem se afastarem de seu posto de assistência médica durante todo o período da campanha profilática de emergência máxima. E mais de 2.400 pessoas com antecedente no setor de saúde se somaram voluntariamente ao serviço médico e trabalharam com abnegação para concluir o quanto antes a guerra contra a epidemia.

Reportaram-se entre numerosos funcionários e trabalhadores os atos louváveis de doar medicamentos, materiais de profilaxia, alimentos e fundos, etc. aos órgãos de profilaxia, tratamento e prevenção e aos lares de veteranos de guerra e ex-militares deficientes e aos núcleos familiares com escassez.

Organizaram-se em escala nacional mais de 8.000 grupos de serviço ambulante de diferentes tipos e incorporaram-se mais de 30.000 voluntários ao fornecimento em campo de alimentos, medicamentos e artigos de primeira necessidade, etc. o que facilitou o conforto de vida da população.

O setor de profilaxia e saúde pública reajustou com mobilidade as medidas profiláticas de acordo com a situação mundial de proliferação do vírus maligno, desenvolveu novas tecnologias de teste e ampliou a capacidade de exame, assim como estabeleceu as terapias apropriadas à constituição física e características do coreano e às condições reais do país. Igualmente, tomou as medidas perfeitas para garantir a rapidez, exatidão, segurança e eficiência do fornecimento de medicamentos, fato que contribuiu para deter a propagação da epidemia e reduzir ao máximo as perdas humanas.

Como resultado, ficou controlada em nosso país em um prazo tão curto de 80 dias e pouco a crise profilática que, no início da ativação do sistema antiepidêmico de emergência máxima, acumulava em um dia mais de 390.000 casos de febricitantes ao máximo e, além disso, se alcançou o êxito milagroso de mudar a situação profilática com a mortalidade mais baixa do mundo – 0,0016%.

No início da crise profilática, não se pôde fornecer adequadamente os alimentos aos habitantes por causa do bloqueio por regiões a que estiveram submetidas as províncias, cidades e condados e caiu em estagnação a economia nacional pela suspensão de abastecimento de matérias-primas e materiais.

Inteirado de tal grave situação, o Secretário-Geral fez remeter a indicação emergente do Conselho de Ministros para que se impulsionassem sem interrupção as iminentes tarefas econômicas apresentando como maior prioridade assegurar a saúde, a vida e segurança e a comodidade dos habitantes no tempo da profilaxia de emergência máxima.

Assim, buscaram-se as soluções apropriadas para estabelecer corretamente o sistema e ordem de trabalho e impulsionar sem parar a produção e a construção, conforme o que exige o sistema profilático de emergência máxima, em todos os domínios da construção socialista como a indústria metalúrgica, a química, a elétrica, a carbonífera, a leve, a agricultura e a construção.

Mediante a luta tenaz, cumpriu-se o plano da economia nacional, marcharam conforme o planejado os processos agrícolas e concluiu conforme o planejado a construção estrutural das habitações para 10.000 núcleos familiares no distrito de Hwasong e a fazenda de estufas de Ryonpho, entre outros êxitos notáveis.

O sucesso orgulhoso alcançado nesse período é o fruto da longa previsão do Secretário-Geral e sua excepcional e hábil direção e a conquista valiosa do povo coreano que deu mostras de sua fidelidade patriótica, esforços perseverantes e férrea vontade confiando e seguindo unicamente a ele.

Hoje, nos é apresentada a enorme tarefa combativa de alcançar com êxito as metas deste ano para a implementação da resolução do Congresso do Partido e forjar a nova conjuntura do desenvolvimento do Estado.

O mais importante do trabalho profilático de emergência do Estado é estabelecer com mais firmeza o sistema de direção única do CC do Partido.

É necessário armar todo o povo com a política profilática do Partido, converter este trabalho no de todo o povo e realizar o trabalho e a produção em estrito apego à norma de profilaxia, de modo que se amplie o êxito da batalha antiepidêmica e se garanta a construção socialista e a segurança nacional.

É necessário aperfeiçoar o sistema de profilaxia com vista a bloquear o surto e a entrada da epidemia e a sua proliferação, aumentar os investimentos estatais e os fornecimentos a este ramo e estabelecer a sólida base material e técnica com que se possa enfrentar com iniciativa qualquer ameaça e desafio.

Dado que vai de mal a pior a crise sanitária mundial devido ao surgimento de novas variantes do vírus, ameaçam em todo momento a vida da humanidade outras epidemias como a varíola do macaco e se torna mais aberta a suja e cruel operação dos fantoches sul-coreanos para introduzir outra vez o vírus maligno em nosso país, resulta imperioso manter bem bloqueadas as zonas fronteiriças, costeiras e da frente e redobrar a vigilância para eliminar até o menor vazio e defeito no trabalho profilático.

Compete a todos os setores e entidades traçar e dirigir ativa e minuciosamente as operações para a construção econômica e o melhoramento da vida populacional com base no valioso êxito alcançado no trabalho antiepidêmico e conforme a situação profilática mudada e as condições subjetivas e objetivas, com o fim de cumprir a todo custo o plano da economia nacional deste ano e dar bom impulso ao desenvolvimento integral da construção socialista.

Convencidos de que o caminho de seguir o Secretário-Geral é a senda sempre vitoriosa e gloriosa, todos devem dar vigor à luta pela construção da capacidade profilática do Estado e o desenvolvimento integral da construção socialista ao estilo coreano fazendo uso do poderio irrefreável da unidade monolítica, de modo que se defenda firmemente a segurança da pátria e do povo e se demonstre a todo o mundo a imagem digna e prestigiosa de nosso Estado.

Em seguida, intervieram Ri Chung Gil, chefe de departamento do CC do PTC e do Comando Estatal de Profilaxia de Emergência, Kim Yong Hwan, secretário responsável do Comitê do PTC na cidade de Pyongyang e chefe da divisão urbana de profilaxia emergente, Ri Yong Gil, ministro da Defesa Nacional e subchefe da divisão desse tipo em sua pasta, o vice-premier Ri Song Hak e a subchefe de departamento do CC do PTC Kim Yo Jong.

Vitória na batalha profilática é fruto da sábia orientação do estimado camarada Kim Jong Un — destaca Ri Chung Gil

Após definir o trabalho profilático do Estado como a guerra contra o vírus maligno e a maior prioridade dos assuntos estatais, o estimado camarada Kim Jong Un fez valer-se de todas as forças do Estado, estabeleceu um sistema de comando militarizado sobre o mesmo trabalho e tomou a medida de bloqueio preventivo e outras antiepidêmicas fortes nunca vistas antes no mundo — recordou Ri e prosseguiu:

O Secretário-Geral fez passar o trabalho profilático do Estado ao sistema de emergência máxima, esclareceu o rumo e meios para fazer frente à crise sanitária criada no país e conduziu o Comando Estatal de Profilaxia de Emergência a cumprir com fidelidade sua tarefa principal.

No tempo da profilaxia de emergência máxima, fez-se mais forte em toda a sociedade o ambiente profilático e se manifestaram a justeza, popularidade e transparência da política antiepidêmica de nosso Partido e governo e o potencial de nosso Estado que controla e maneja por conta própria a crise sanitária.

Sob a direção do CC do PTC, o Comando Estatal de Profilaxia de Emergência reduziu ao máximo o espaço de propagação do vírus reajustando ativamente as medidas profiláticas como o bloqueio por zonas e o isolamento e abertura por unidades e pôde averiguar rápida e corretamente e controlar de maneira estável a situação nacional de proliferação da epidemia, desenvolvendo e aplicando os sistemas de checagem e diagnóstico avançados e científicos como a tecnologia de teste de anticorpo e o programa correspondente.

Como resultado, todos os febricitantes pela doença infecciosa maligna, que totalizavam mais de 4.700.000, em nosso país foram recuperados em menos de 3 meses desde a ativação do sistema de profilaxia de emergência máxima e se registrou 0.0016% de mortalidade, a mais baixa em comparação com outros países do mundo, fato que constitui um milagre mundial no controle da crise sanitária.

Este prodígio, elogiado pelo mundo como “enigma do século” e “realidade lendária”, deve-se inteiramente à abnegação e sábia direção do Secretário-Geral.

Nosso Comando concentrará todas as forças em construir a capacidade profilática do Estado com que se possa consolidar os valiosos êxitos alcançados na batalha antiepidêmica com a unidade monolítica entre o Partido e o povo e fazer frente com iniciativa a qualquer crise sanitária.

Dando prioridade a fortificar ainda mais a barreira profilática sobre a capital, onde se encontra o CC do PTC, Estado-Maior supremo da revolução, bloquearemos por completo a frente, a fronteira, a costa, o mar e o céu com vistas a impedir a entrada de uma nova epidemia, aguçaremos a vigilância ante os rumores que obstaculizam a campanha antiepidêmica de emergência e controlaremos e guiaremos engenhosamente a opinião pública.

Tendo sempre em mente que a profilaxia científica parte do teste científico, tomaremos medidas decisivas para elevar ao máximo a densidade de teste em escala nacional e sua exatidão e acurácia científica.

Impulsionaremos com dinamismo a invenção e produção dos medicamentos, atendo-nos às tecnologias de ponta como a biotecnologia, e daremos forte impulso ao projeto para potenciar as forças técnicas, a base material e a estrutura de aparelhos do setor de profilaxia com o fim de reagir com rapidez não só à atual crise sanitária mundial, mas também às futuras ameaças e desafios de epidemias.

Guardando sempre na mente a grande confiança e esperança do Secretário-Geral que nos encarregou de todo o trabalho profilático do Estado que decide o destino da pátria e do povo, cumpriremos plenamente nossa importantíssima responsabilidade assumida perante o Partido e o Estado na tarefa de continuar também na batalha antiviral de hoje a tradição de nosso Estado que alcança vitórias cada vez maiores.

Kim Yong Hwan promete consolidar ainda mais o muro profilático da capital

Em menos de três meses ficou controlado totalmente a inesperada crise profilática que assolou todo o país e esta realidade é inconcebível à parte da sábia orientação do estimado camarada Kim Jong Un, que defendeu ao risco da vida a segurança da pátria e a tranquilidade do povo encontrando-se sempre na linha avançada da guerra antiepidêmica — apontou ele e prosseguiu:

Preocupado com a vida e segurança do povo, o Secretário-Geral do PTC convocou uma após a outra nas horas avançadas da noite e nas primeiras da madrugada as reuniões do Bureau Político do Partido onde instruiu a passagem do trabalho antiepidêmico do Estado ao sistema de emergência máxima, tomou a medida de bloquear e isolar a capital por zonas e unidades, estabeleceu o sistema e procedimento de controle da crise frente aos casos emergentes bem como deu instruções minuciosas sobre o fornecimento de fármacos, o método de tratamento e até as medidas de abastecimento para a vida populacional.

Tal amor lendário do grande pai, que desenvolve os trabalhos estatais colocando a vida e a segurança do povo em primeiro lugar, foi o elixir que fez vencer até a morte e o nutriente que transformou todo o país em um grande jardim de fidelidade e virtudes.

Graças à destacada direção do Secretário-Geral, foram bloqueadas e isoladas as zonas e unidades ao desdobrar-se em poucos dias milhares postos de bloqueio e se mobilizaram na batalha antiviral mais de 23.000 funcionários sanitários, estudantes das escolas de medicina e até os que haviam trabalhado no setor de saúde pública, que realizaram todos os dias a checagem médica intensiva e submeteram os febricitantes ao isolamento e tratamento.

Costuma-se dizer que em lugares atingidos por catástrofes reinam a depravação e corrupção e a lei da selva e ouvem-se os lamentos de desgraça e desespero. Porém, os cidadãos da capital ficaram mais harmoniosos e fortes depois de vencer a crise profilática e ouvem-se em cada lar as aclamações ao nosso Marechal, ao Partido do Trabalho e ao socialismo.

Enquanto durou a campanha profilática de emergência máxima, os cidadãos da capital sofreram dificuldades temporárias, mas redobraram a convicção de que se contarem com o Secretário-Geral, não há nada a temer neste mundo, inclusive a guerra contra o vírus maligno, e que sairão sempre vitoriosos.

Até que se ponha fim à pandemia em âmbito mundial, intensificaremos gradualmente a luta para que os funcionários, militantes do Partido e trabalhadores se guardem do relaxamento e descuido e observem voluntariamente a disciplina e procedimento estabelecidos e tornaremos, assim, mais inexpugnável o muro profilático da capital.

Ri Yong Gil decide defender a primeira linha da defesa nacional e garantir a vitória da batalha antiepidêmica

Foi detido em um curto tempo no nosso país a proliferação do vírus maligno e ficou estabilizada a situação profilática, o que se deve inteiramente à sábia orientação do estimado camarada Kim Jong Un sobre a batalha antiepidêmica sem precedentes na história e torna-se a grande proeza digna de ser transmitida de geração em geração nos anais da Pátria — adiantou Ri e continuou:

Os comandantes do Exército Popular também não souberam o que fazer quando foi convocada com urgência em 12 de maio a 8ª reunião do Bureau Político do Ⅷ Período do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia e foi relatado o caso de emergência máxima para o Estado que vulnerou a frente de profilaxia de emergência do país que se defendia com firmeza durante 2 anos e 3 meses desde fevereiro de 2020.

Nesse momento, o Secretário-Geral do PTC, Kim Jong Un, apresentou as orientações antiepidêmicas e as estratégias de luta para frear e controlar a proliferação da epidemia e assumir o controle estratégico desde o início do relato de casos de contágio, e colocou o EPC na linha de frente da batalha antiviral.

Até agora, há mais de 900 dias desde o surgimento da pandemia, não se pode encontrar em nenhum país contaminado pelo vírus maligno, nem nos que se creem desenvolvidos na medicina, o feito de ter recuperado a estável situação profilática ao controlar em apenas 80 dias e pouco a propagação simultânea e veloz em toda a extensão geográfica do país.

Com a consciência de defensor da primeira linha da frente profilática de emergência, implementaremos com alto senso de responsabilidade as medidas antiepidêmicas tomadas pelo Partido e pelo Estado.

Há que gravar na mente de todos os oficiais e soldados a ideia de que o relaxamento momentâneo ante a atual situação estável pode estragar em um instante os valiosos êxitos alcançados até agora a duras penas no combate à epidemia para que mantenham o estilo de obediência absoluta e materialização cabal na luta por impedir a entrada do vírus letal.

Faremos todo o possível para que não surja nenhum vazio de segurança na defesa nacional nem defeito na campanha profilática ao consolidar ainda mais a primeira linha da defesa nacional, garantir com as forças armadas a vitória da batalha antiepidêmica e, sobretudo, redobrar a guarda avançada na frente, na fronteira, na costa, no mar e no espaço aéreo.

Daremos impulso à luta para consolidar a base sanitária do país e melhorar a vida populacional — aponta Ri Song Hak

O estimado camarada Kim Jong Un deu a indicação de superar decisivamente os defeitos existentes no setor da saúde pública e estabelecer um sistema de controle da crise que entre em operação e seja colocado em prática automaticamente de acordo com as circunstâncias da epidemia — disse Ri e prosseguiu:

No momento severo em que ocorreu o incidente de máxima emergência para o Estado, o Secretário-Geral convocou importantes reuniões partidárias onde definiu como maior prioridade eliminar completamente a crise sanitária e assentar a firme base para proteger sustentavelmente a vida e segurança do povo e sua saúde e indicou o rumo e meios correspondentes.

Durante o período da profilaxia de emergência máxima, deu aos funcionários da direção econômica as instruções sobre todos os problemas vinculados com a vida da população e os trabalhos econômicos, entre outros, o fornecimento de remédios sem desvios, o tratamento dos pacientes, o abastecimento de alimentos e a continuação da produção e construção, as quais serviram de bandeira estimulante e força motriz que permitiram a eles cumprir bem sua responsabilidade e papel assumidos na campanha antiepidêmica de emergência.

Graças à sábia direção e à abnegação pela pátria e o povo do Secretário-Geral, foram corrigidos imediatamente no ramo da saúde pública os defeitos surgidos no fornecimento de medicamentos e na operação das farmácias, estabeleceu-se o ordenado sistema de trabalho capaz de enfrentar a crise sanitária, fomentou-se nas fábricas farmacêuticas a produção com matérias-primas nacionais e desenvolveram-se pelo estilo coreano os equipamentos e reagentes do teste PCR em tempo real, etc.

Apesar do prolongamento da situação de profilaxia emergente, orientou sabiamente a grande marcha de todo o povo para materializar a resolução do Congresso partidário.

Nas reuniões plenárias do CC do PTC, expressou a decisão e vontade do CC do Partido de levar adiante a construção econômica e oferecer aos habitantes as condições de vida mais estabilizadas e melhoradas.

Quando a economia nacional se encontrava estagnada devido à crise sanitária mundial, fez usar um aeroporto militar como base de entrada dos materiais imprescindíveis para a construção econômica e o melhoramento da vida populacional intensificando ainda mais os trabalhos profiláticos de emergência e organizou competentes comandos combinados no centro, províncias, cidades e condados.

Os êxitos valiosos alcançados nos trabalhos econômicos e na vida do povo, ao paralelo da luta para controlar a pior crise sanitária superando as adversidades sem precedentes na história, constituem um grande milagre visível apenas na Coreia do Juche dirigida pelo Secretário-Geral e voltam a demonstrar patentemente que a poderosa força orientadora para nova vitória do socialismo existe somente no invencível Partido do Trabalho da Coreia.

Por último, o orador expôs a decisão de dedicar toda sua inteligência e paixão para dar forte impulso ao pleno desenvolvimento da construção socialista traçando e dirigindo com escrupulosidade as operações para fortalecer a base da saúde pública do país e melhorar as condições de vida populacional.

Fortaleceremos a propaganda para consolidar a trincheira político-ideológica da revolução — afirma Kim Yo Jong

Nos dias de batalha antiepidêmica tão severa, o estimado camarada Kim Jong Un convocou seguidamente as reuniões do Bureau Político do CC do PTC para defender a vida do povo, propôs as medidas e meios para todos os detalhes e acudiu dia e noite aos campos desse combate ensinando as sábias estratégias — começou ela e prosseguiu:

Nos 91 dias tão árduos quanto a guerra, o Secretário-Geral do PTC examinou 1.772 documentos relacionados ao trabalho profilático do país, cujo total de páginas chega a 22.956.

Sob sua enérgica e minuciosa orientação, o ramo de propaganda do Partido mobilizou todas as forças de agitação e propaganda para que todo o povo superasse com ousadia a crise profilática redobrando a convicção na vitória e na vontade, e adquiriu novas experiências e exemplos para cumprir o papel de alto-falantes de grande potência e amplificadores sem interferências infinitamente fiéis ao CC do Partido.

Graças à direção extraordinária do grande líder, nosso Estado e povo eliminaram no prazo mais curto a inaudita crise sanitária em meio às dificuldades, o que é um milagre do século.

Tal êxito orgulhoso comprova mais uma vez que não temos nenhum desastre a temer e que poderemos superá-lo sem falta se contamos com a sábia orientação do CC do Partido, e destaca o potencial de nosso Estado onde o Partido e o povo estão unidos monoliticamente.

A atual crise estatal que acabamos de sofrer claramente foi causada pelo devaneio conflituoso anti-RPDC dos inimigos que tentam esmagar nosso Estado aproveitando a crise sanitária mundial.

Quando muitos países do mundo tomam as medidas profiláticas mais eficientes ao voltar a tomar consciência do perigo de proliferação da pandemia pelo contato com os objetos contaminados pelo vírus maligno, a cambada de sul-coreanos enviam ao nosso território os panfletos, notas, folhetos e outras coisas sujas, fato que causa séria preocupação.

É opinião comum da sociedade internacional que o vírus maligno também se propaga através dos objetos, por isso é preciso aumentar a esterilização da superfície das coisas.

Tal esclarecimento científico não se altera, ainda que alguém o negue.

Como explicamos recentemente o curso de entrada do vírus, o fato de que uma área próxima à frente é o foco de surto da pandemia em nosso país nos obrigou a suspeitar da cambada de sul-coreanos, causando-nos séria preocupação.

Tanto o curso de entrada quanto a circunstância dada indicam evidentemente o mesmo lugar, e é por isso que é natural vermos coisas estranhas como vetores do vírus maligno.

É inegável que uma única pessoa ou coisa contagiada pode acarretar uma grave crise sanitária ao infectar muitas pessoas em um instante.

Partindo de tal visão científica, chegamos à conclusão de que não podemos ficar de braços cruzados por tempo indeterminado diante da introdução contínua e massiva em nosso território de lixo proveniente da região sul-coreana.

Isso é claramente um crime anti-ético.

O problema é que os fantoches sul-coreanos continuam enviando agora também os panfletos e objetos sujos.

Devemos dar uma resposta forte sem falta.

Várias contramedidas já estão sendo consideradas, mas também temos que adotar uma retaliação muito forte.

Se os inimigos não pararem seus atos perigosos que podem infiltrar o vírus em nosso país, responderemos eliminando não só o vírus, mas também as autoridades sul-coreanas.

Os fantoches sul-coreanos são nosso principal imutável inimigo e o fator que decide a vitória ou derrota da luta revolucionária é a consciência de classe.

Nós, funcionários do setor de propaganda partidária, intensificaremos de contínuo a educação classista para ampliar a indignação de todo o povo e converteremos a terra pátria na fortaleza de luta classista e no lar onde o povo viva tranquilo e são.

Faremos do êxito valioso alcançado na grande batalha profilática um novo marco de virada para incrementar o poderio político-ideológico do Partido e das fileiras revolucionárias e impulsionar com mais dinamismo nossa causa revolucionária.

A reunião, dirigida pelo estimado camarada Kim Jong Un, tornou-se o grande evento dos triunfadores que voltaram a demonstrar a força e o espírito da Coreia heroica que avança a passos firmes rumo ao futuro maravilhoso do socialismo ao estilo coreano superando de frente qualquer prova da história com a unidade de corpo e alma em torno do grande CC do Partido e um marco importante que deixou aberta a nova etapa de desenvolvimento da construção da capacidade profilática do Estado.

Em vídeo

Leave a Reply

Your email address will not be published.