Coreia do Norte

Ⅴ Conferência Nacional de Mães iniciada

Pyongyang, 4 de dezembro (ACNC) — A história e tradição orgulhosas criadas pelas mães coreanas junto aos méritos valiosos de dezenas de milhões de filhas e filhos cultivam a força poderosa de nosso Estado coroado com vitórias e glórias e dão firme continuidade à linhagem da causa revolucionária do Juche conduzindo ao comunismo as novas gerações.

Foi iniciada com solenidade no dia 3 na capital a Ⅴ Conferência Nacional de Mães sob a atenção solícita do Partido do Trabalho da Coreia que deseja converter as mães coreanas nas mais abençoadas e respeitadas sem esquecer nem por um momento os méritos delas que fomentam a excelente tradição familiar e o estilo nacional da Coreia socialista com o caloroso amor maternal e abnegação inesgotável.

Na ocasião estiveram presentes as mães que contribuíram para o aumento do poderio nacional e o desenvolvimento e prosperidade da grande família socialista ao formar seus filhos como dignos trabalhadores do país, as progenitoras heroínas, as mulheres que criaram os órfãos como filhos próprios e as funcionárias centrais e locais da União Socialista de Mulheres da Coreia.

O evento apresentará as condutas louváveis reportadas entre as mães durante uma década passada desde a Ⅳ Conferência Nacional de Mães e discutirá as tarefas e meios para fazer com que as mães cumpram perfeitamente sua responsabilidade e papel assumidos perante a sociedade e a família.

Ocupou tribuna o estimado camarada Kim Jong Un, Secretário-Geral do Partido do Trabalho da Coreia e Presidente dos Assuntos Estatais da República Popular Democrática da Coreia.

Nesse instante, todas as participantes deram estrondosas vivas acolhendo com lágrimas de emoção e grande veneração o grande pai que glorifica a vida modesta e comum das mulheres com o vocativo mais nobre – “mãe comunista” – e lhes apresenta como verdadeiras protagonistas que levam adiante a época da mui digna potência, e como orgulho do Partido e do Estado.

O Secretário-Geral expressou homenagem às mães de todo o país que, com seu amor e carinho, dão colossal força e vitalidade eterna à revolução coreana considerando como inseparáveis o destino da família e o da pátria tanto nos dias felizes como nos penosos e aceitando como prazer todos os sofrimentos pelas gerações vindouras.

Tomaram assentos na tribuna Kim Tok Hun, membro do Presidium do Bureau Político do Comitê Central do PTC, vice-presidente da Comissão de Assuntos Estatais e primeiro-ministro da RPDC, os membros do Bureau Político e secretários do CC do PTC, Ri Il Hwan, Kim Jae Ryong e Pak Thae Song, e outros quadros do Partido e do círculo militar, as mães heroínas, os funcionários das entidades de massas e dos ramos interessados e as mães que realizaram méritos excepcionais na formação das gerações vindouras e na luta por fazer poderosa e próspera a pátria.

O estimado camarada Kim Jong Un proferiu o discurso de abertura.

Ele destacou que se mantém firme a grande família socialista e segue se fortalecendo nossa pátria graças às mães que cultivam com o coração patriótico suas famílias que sustentam firmemente o país como pedras de fundação.

Isto é precisamente a proeza imperecível realizada pelas mães coreanas perante o Partido, a revolução e a pátria — apreciou altamente e estendeu votos às participantes e a todas as mães do país em nome do Comitê Central do PTC e do governo da RPDC.

Após expor o propósito do CC do PTC, que concede muita importância à presente conferência, declarou sua abertura expressando a convicção de que este evento será um marco transcendental para fazer a todas as mães dedicar toda sua inteligência, força e paixão à causa patriótica pela vitória do socialismo ao estilo coreano, bem conscientes de sua missão da época e dever.

Ouvindo com emoção as palavras cheias de afeto e confiança do pai generoso que investe de máxima honra a consciência limpa e esforços desinteressados realizados pelas mulheres no trajeto pela prosperidade da pátria, todas as participantes o aclamaram com a vontade de trabalhar com abnegação pelo crescimento excelente das gerações vindouras e o futuro promissor da pátria, em acato ao nobre propósito do grande CC do Partido.

Uma vez declarada a abertura, foi interpretado o Hino Nacional da RPDC.

Na ocasião foram apresentadas as mensagens e cartas de felicitação enviadas ao evento pelo Presidium do Comitê Central da União de Mulheres Democráticas Coreanas no Japão, a Associação Geral de Coreanos Residentes na China, a presidente da Federação Democrática Internacional de Mulheres, a secretária executiva nacional do Movimento de Mulheres Democráticas de Portugal e a presidente da União de Mulheres da Argentina.

O secretário do CC do PTC, Ri Il Hwan, apresentou o relatório da ocasião.

Ele disse que é um evento muito jubiloso e significativo a abertura da Ⅴ Conferência Nacional de Mães na véspera do fim triunfal do ano 2023 que se torna uma miniatura do trajeto de fortalecimento e desenvolvimento vertiginoso da RPDC.

Ao ver as mães coreanas que levam uma vida valiosa continuando a orgulhosa história e tradição do movimento feminino da Coreia para nova década da revolução, sente de coração a grande glória e fortuna de enaltecer o estimado camarada Kim Jong Un como Sol do destino e pai da grande família socialista — apontou Ri e continuou:

A celebração da Ⅳ Conferência Nacional de Mães nesse ano histórico, em que se proclamou a estratégia de luta do novo século do Juche, foi uma manifestação da vontade inabalável do Comitê Central do Partido de forjar o futuro promissor da construção de uma potência ao melhorar o desempenho das mães patrióticas e muito fiéis ao Partido e à revolução.

O Secretário-Geral, que concede grande importância à posição e dever das mães na luta pelo avanço ininterrupto da revolução e a prosperidade do país, ensinou nas reuniões importantes como Ⅵ Congresso da União de Mulheres Democráticas da Coreia e Ⅶ Congresso da renomada União Socialista de Mulheres da Coreia o rumo e as tarefas para fazer as mães propiciar nova melhora e avanço em seu mundo ideológico-espiritual e em todas as esferas da vida, de acordo com a época de mudança.

Todas as ideias e orientações referentes ao movimento feminino de nova época, entre outras, a de criar os filhos como fiéis sucessores da revolução e protagonistas da Coreia poderosa tendo a alta consciência política e nobres virtudes culturais e morais; a de assimilar o nobre mundo espiritual e modo de trabalho possuído pelas gerações predecessoras da revolução; a de se preparar como verdadeiras revolucionárias e patriotas fervorosas que se dedicam com total entrega às labores patrióticas socialistas, constituem guias valiosas que permitem às mães cumprir com toda sua responsabilidade e papel como força impulsora do desenvolvimento da sociedade e do Estado.

O orador mencionou que o Secretário-Geral conduziu energicamente as sucursais do Partido e entidades de massas a melhorar constantemente o trabalho com as mães de acordo com o ambiente mudado e as condições concretas.

Os mais de 10 anos passados foram para nossas mães um tempo valioso e orgulhoso que não podem esquecer jamais — disse e continuou que apesar dos desafios brutais das forças hostis e múltiplos desastres imprevistos, elas vieram apoiando e seguindo o PTC com fidelidade e patriotismo e defendendo com firmeza o Poder da RPDC e o regime socialista.

O coração puro e abnegado das mães, que mantiveram a natureza e as virtudes da sociedade coreana cuidando das tarefas domésticas e educando corretamente seus filhos, foi a força motriz da luta de todo o povo pela dignidade e prosperidade — disse ele e continuou:

O que está guardado no coração de todas as mães que formam excelentemente seus filhos é a consciência limpa de pensar primeiro nas angústias e preocupações do Partido e do Estado antes de buscar o conforto pessoal e a nobre obrigação cívica de contribuir para a formação das novas gerações que se encarregarão do futuro da revolução.

Cresce a cada dia o número de mulheres que possuem essa concepção de vida tão nobre.

Nossas mães cumpriram o dever de primeira educadora de seus filhos tendo em mente as instruções do Secretário-Geral de que o primeiro passo de um revolucionário é tomado sob os cuidados de sua mãe.

A proeza excepcional delas reside em ter dado firme continuidade à primeira tradição da revolução do Juche ao incutir no coração de seus filhos a fidelidade imaculada.

Em seguida, falou da vida bela das mães que formaram seus filhos como patriotas fervorosos que trabalham com toda abnegação nos postos importantes em defesa do Estado e pela construção socialista e cultivam a harmonia da grande família socialista.

Apresentou que depois da Ⅳ Conferência Nacional de Mães, foram reportadas entre a população feminina da Coreia 11 heroínas da República, mais de 50 heroínas do Trabalho e mais de 3.500 beneméritas patrióticas socialistas.

Preparar a vida mais confortável do mundo para as gerações vindouras acelerando o desenvolvimento integral do socialismo ao estilo coreano – eis a tarefa de luta e firme vontade do PTC — apontou ele e continuou:

É realmente muito importante a missão que incumbe às mães no cumprimento dessa enorme tarefa e avançará com maior vigor a revolução coreana e se colocarão em pleno jogo as vantagens do socialismo quando elas cumprirem perfeitamente sua responsabilidade e papel.

A firme convicção das mães multiplicará a coragem das filhas e filhos de todo o país e a união sólida delas permitirá à pátria avançar a passos mais largos.

Todas as nossas mães devem se preparar como revolucionárias e comunistas da grande época de Kim Jong Un que asseguram com fidelidade e patriotismo as perspectivas eternas da dignificada potência, bem conscientes de sua missão e dever assumidos perante a família, a sociedade, a época e a revolução.

Notando que alguns elementos negativos alheios ao socialismo se revelam entre as novas gerações da sociedade, o orador disse que isso está intimamente relacionado com a educação familiar.

Como educadoras nº 1 que se responsabilizam pelo crescimento físico e espiritual também de seus filhos, as mães devem dar firme continuidade à linhagem familiar revolucionária colocando mais empenho na educação das crianças.

Igualmente, deverão ser para os filhos as mestras e modelos excelentes que dão o exemplo na luta por implementar as linhas e políticas do Partido aceitando-as com sensibilidade.

Ao trabalhar sinceramente nos respectivos postos e centros de trabalho com a nobre aspiração de servir de pedra angular e raiz que sustenta a pátria poderosa, terão que deixar claras marcas de vida que serão lembradas para sempre pelas gerações vindouras.

Dependem do papel de nossas mães a harmonia e prosperidade eternas da grande família socialista e o futuro da pátria que será poderosa por todas as gerações.

Por fim, o orador exortou a todas elas a trabalhar com mais empenho pelo futuro promissor da grande Coreia de Kim Jong Un, pelas risadas felizes dos queridos filhos e pelo socialismo ao estilo coreano, o melhor do mundo, tendo em mente a honra e a missão que lhes atribuíram a época e a revolução,

Houve intervenções no evento.

Ao ouvi-las, as participantes redobram a decisão de cumprir fielmente até o final o dever materno, assumido perante o Partido e a revolução, constatando quão bela e nobre é a vida coroada com amor e abnegação pela pátria e pela posteridade.

A conferência continua.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *