Se inaugura o distrito residencial de casas geminadas na margem do rio Pothong

Nova paisagem de Pyongyang, símbolo do ideal do PTC de dar primazia às massas populares e do desenvolvimento vertiginoso da arquitetura tipo Juche

Pyongyang, 14 de abril (ACNC) Foi erguido um original distrito residencial de casas geminadas às margens do pitoresco rio Pothong que banha esta capital, enquanto se erguem uma após outra as construções monumentais que guiam o desenvolvimento da civilização do socialismo ao estilo coreano, segundo o magno projeto sobre a prosperidade estatal apresentado pelo VIII Congresso do Partido do Trabalho da Coreia.

O distrito residencial é uma criação orgulhosa da nova era que demonstra consistentemente o ideal do Comitê Central do PTC de dar primazia às massas populares e a estratégia de desenvolvimento da arquitetura de tipo Juche.

Esta instância partidária considera como seu trabalho há muito desejado facilitar ao povo coreano o melhor bem-estar material e cultural do mundo.

O estimado camarada Kim Jong Un, que define como pauta de avaliação do poderio nacional a felicidade e a satisfação do povo, tomou a iniciativa da construção do distrito e dirigiu pessoalmente todo o curso dela como desenhista, autor e executor da obra para presentear aos beneméritos contribuintes à prosperidade e desenvolvimento do Estado uma zona de habitações luxuosas que constitui nova plataforma de salto para o desenvolvimento arquitetônico do país.

Graças à construção do distrito residencial de casas geminadas, onde se asseguram ao máximo o caráter plástico e artístico, o conforto e o uso prático, no local adequado da parte central desta capital, foi preparado um novo modelo da construção de moradias e o berço de felicidade do povo beneficiário da nova civilização do socialismo.

No dia 13, teve lugar solenemente a cerimônia de inauguração do distrito residencial.

Compareceu à ocasião o estimado camarada Kim Jong Un, Secretário-Geral do PTC e Presidente dos Assuntos Estatais da República Popular Democrática da Coreia.

Participaram também Jo Yong Won, membro do Presidium do Bureau Político e secretário de organização do CC do PTC, Kim Tok Hun, membro do Presidium do BP do CC do PTC, vice-presidente da Comissão de Assuntos Estatais e Primeiro-Ministro da RPDC, Ri Il Hwan, secretário do CC do PTC, Kim Yong Hwan, secretário responsável do Comitê do PTC na cidade de Pyongyang, Ri Hi Yong, primeiro subchefe de departamento do CC do PTC, os funcionários do Comitê Central do PTC, os de ministérios e órgãos centrais, instituições do Partido e do Poder da capital e das entidades de execução da obra, assim como os construtores, os beneméritos e seus familiares, que se alojarão no bairro Kyongru, e os cidadãos da capital.

Quando o Secretário-Geral chegou à sede da cerimônia, foram lançados os fogos de artifício e ressoaram as estrondosas vivas no céu de abril em primavera.

Todos os participantes aclamaram a ele que, com seu grande amor ao povo e nobre disposição de servi-lo com total entrega, realiza incansáveis esforços mentais e físicos por glorificar a pátria como melhor potência do povo poderoso e civilizado.

O hino nacional da RPDC foi solenemente executado.

Jo Yong Won fez o discurso de abertura.

O orador relatou primeiro a história muito emocionante de como se ergueu neste lugar sagrado, associado à vida revolucionária do grande Líder, uma rua luxuosa do socialismo, o melhor do mundo, como epítome da nobre concepção do Comitê Central do Partido sobre o povo.

Reafirmou a firme vontade do CC do Partido e a política invariável do Governo da RPDC em tornar nos primeiros beneficiários da melhor civilização os habitantes que apoiam o Partido e o Estado com seus esforços diligentes, apreciando mais do que um monte de ouro o suor de trabalho sincero e a consciência patriótica.

Apontou que a conclusão do distrito residencial mostra visualmente que não é um futuro distante o dia em que todo o povo poderá levar uma vida culta e feliz, e eleva ainda mais o fervor patriótico e criativo de todos os habitantes que condicionam seu lar com as próprias forças.

Prosseguiu que os donos do bairro Kyongru devem continuar vivendo como tesouros do país e precursores do coletivo conservando sempre na mente este momento comovente de hoje.

Expressou a segurança de que o bairro Kyongru, bonito desde seu nome, será elogiado sempre como povoado dos verdadeiros patriotas que apoiam a pátria com a consciência limpa e a paixão fervorosa.

O estimado camarada Kim Jong Un cortou a fita de inauguração.

No momento, explodiram as vivas e se lançaram os fogos de artifício e inúmeros balões que adornaram em cores elegantes a zona ribeirinha do Pothong onde se criou a nova história de amor ao povo da época do PTC.

As aclamações manifestaram a convicção e vontade de todos os participantes de alcançar todas as vitórias e honras e buscar a vida valiosa e o futuro promissor no caminho de apoiar com inteira disposição a ideia e direção do Secretário-Geral que forja com segurança o novo mundo e nova época da potência próspera e civilizada dedicando todo seu corpo e alma pelo amado povo.

Ele respondeu cordialmente às aclamações da multidão acenando-lhe a mão.

Foi registrado o episódio de grande amor ao povo no bairro Kyongru, onde se percebe em cada casa a imensa benevolência do estimado camarada Kim Jong Un que aprecia mais que tudo a paixão patriótica e esforços sinceros das massas trabalhadoras.

Ele felicitou cordialmente os beneméritos situados entre a multidão, que o aclamava, como as locutoras responsáveis do Comitê de Rádio e Televisão da Coreia, Ri Chun Hi e Choe Song Won, e o membro da junta editorial do Rodong Sinmun, Tong Thae Gwan.

Quando Ri Chun Hi agradeceu-lhe pela luxuosa moradia que recebeu, pegou carinhosamente sua mão e dirigiu-se com ela ao edifício nº 7 do bairro Kyongru, onde ela vai morar.

A zona ribeirinha do rio Pothong estava aquecida pelas aclamações que se davam ante a cena de afeto fraternal entre o líder e os soldados.

Chegando à casa de Ri, o Secretário-Geral passou em revista de todos os cômodos como o de uso comum da família e escutou com afeto paterno as impressões dos familiares sobre ela. Adotou uma medida benevolente depois de averiguar se havia algum inconveniente para o uso da escada interna da casa pela locutora em idade avançada.

Escutou com alegria a confissão da locutora veterana de que todos os seus familiares choraram de emoção ante o favor do Partido que lhes presenteou esta casa parecida com um hotel onde estão asseguradas no máximo nível todas as comodidades da vida.

Nosso Partido tem a intenção sincera de não poupar nada para os tesouros do país como a locutora Ri, que durante mais de 50 anos, desde sua juventude até hoje em dia, viveu uma vida nobre com o microfone da revolução que lhe confiou o Partido — disse e apreciou seu mérito afirmando que embora ela esteja quase chegando nos 80, faz repercutir em todo o mundo a voz do Partido e da Coreia do Juche trabalhando ainda com o mesmo ímpeto e paixão da juventude.

As velhas locutoras, de que se orgulha o nosso Partido, cumprem a tarefa muito importante de dar a conhecer ao mundo as políticas do Partido e do Estado e a imagem majestosa da grande RPDC — sublinhou e confiou com grande confiança a Ri a responsabilidade de desempenhar um papel importante também na formação de reservas que se encarregarão do futuro da teledifusão nacional, ao mesmo tempo em que continuarão a alcançar êxitos no seu trabalho com paixão incomparável.

Expressando a esperança de que Ri se dedicará energicamente no futuro também à teledifusão como porta-voz do CC do Partido mantendo o vigor da juventude apesar de sua idade avançada, tirou uma foto de lembrança com seus familiares.

Em seguida, visitou as moradas de Choe Song Won e Tong Thae Gwan e se retratou em um ambiente fraterno com seus familiares depois de parabenizá-los cordialmente.

Disse aos moradores das novas casas que lhe agradeciam repetidamente chorando de emoção que ao nosso Partido, que tem por seu estilo o serviço incondicional ao povo, “mundo do povo” não é um mero slogan, e acrescentou que nosso povo apoia firmemente seu Poder com sua mão e merece desfrutar de toda a civilização e felicidade desta terra.

Sinto mais falta do Presidente Kim Il Sung neste momento em que se inaugura o luxuoso distrito residencial do povo erguido no terreno associado à vida revolucionária dele, por ocasião do significativo Dia do Sol — expressou.

É uma obrigação natural e tarefa sagrada dos descendentes do grande Líder viver segundo sua ideia e nosso Partido não fez nada além de cumprir seu desejo — afirmou e prosseguiu que ele ficaria satisfeito se soubesse que se preparou o berço feliz dos patriotas e beneméritos no lugar onde outrora se situara a sua residência. Realmente, ele se alegraria muito como se tivesse abraçado o tão amado povo em sua vida — enfatizou encarecidamente.

Tomando cordialmente as mãos dos beneméritos, que o seguiam atrás lamentando a despedida, desejou repetidamente o futuro feliz deles prometendo visitá-los sem falta outra vez quando encontrar tempo livre.

Terminada a cerimônia inaugural, os beneméritos e seus familiares que habitarão o bairro Kyongru, e os trabalhadores da capital, percorreram as casas.

Vendo com admiração as habitações parecidas a um palácio com as melhores as condições de vida, eles sentiram em sua própria pele quão cordiais e grandes são o propósito e as benevolências do CC do Partido que apresentou a construção pela felicidade do povo como eterna obra patriótica para forjar um futuro civilizado.

Através do panorama do distrito residencial que reflete magnificamente o caráter jucheano e popular, próprio do PTC e da RPDC, e a estética e originalidade de estilo coreano e a tendência de desenvolvimento da arquitetura moderna, redobraram a convicção do futuro da Pátria que se transformará mais maravilhosamente sob a orientação do grande Partido.

O distrito residencial de casas geminadas na zona ribeirinha do Pothong, nova paisagem de Pyongyang que simboliza a grande era de Kim Jong Un, brilhará como criação da civilização ao estilo coreano demonstrando o firme temperamento da Coreia socialista que avança com a força formidável do ideal do PTC de dar primazia às massas populares e do espírito de se apoiar nas próprias forças.

Em vídeo

Leave a Reply

Your email address will not be published.