Se dinamiza na Coreia a luta para eliminar o vírus maligno

Pyongyang, 21 de maio (ACNC) — Foram estabelecidos na Coreia o ordenado sistema e disciplina de trabalho para cumprir as tarefas da Ⅷ reunião do Bureau Político do Ⅷ Período do Comitê Central do Partido do Trabalho da Coreia e das reuniões consultivas do BP, fato que tornou possível frear e controlar de maneira estável a situação de transmissão da epidemia e potencializar a base profilática do país.

A Direção Central de Profilaxia de Emergência acelera multilateralmente os preparativos materiais e técnicos para enfrentar a ameaça e o desafio perspectivos, concentrando-se na prevenção de transmissão e no tratamento, à medida que o sistema de comando ordenado foi estabelecido para mudar a severa situação profilática do país.

Alcança êxitos ao realizar a pesquisa epidemiológica sobre vários distritos desta capital para definir as características do vírus maligno infiltrado no país e o método de controle científico correspondente e aprofundar o estudo e análise para avaliar o estado de evolução da doença, as alterações na reação de medicamentos e as peculiaridades de sintomas clínicos em comparação com o tempo inicial de aumento dos casos de febricitantes.

As entidades profiláticas de emergência de todos os níveis dão mais rigor ao exame médico intensivo de todos os habitantes conforme o isolamento dos espaços de transmissão do vírus letal e concentram muitas forças em intensificar a esterilização priorizando a vigilância médica e as imediatas medidas de cura.

Só no dia 19, quase 200.000 funcionários médicos e profiláticos realizaram em escala nacional a esterilização intensiva sobre mais de 100.000 locais, inclusive os públicos e os centros de tratamento de lixo e águas residuais que podem ser fonte de vetores.

O ramo de pesquisa médica eleva a precisão e o caráter científico do teste com base na análise precisa dos dados do sequenciamento genômico das variantes Ômicron, que agora atingem o mundo, e completa as táticas de tratamento para aumentar os efeitos medicinais combinando os medicamentos químicos e os tradicionais Coryo.

As organizações partidárias de todos os níveis, os órgãos do Poder e as filiais de entidades de massas intensificam a propaganda e a educação orientadas a elevar a consciência de crise sanitária e o senso de responsabilidade dos funcionários e trabalhadores e exigir-lhes cumprir com sinceridade seus deveres.

Diferentes províncias garantem o fornecimento normal às farmácias e aos órgãos de tratamento e prevenção, organizando o corpo de transporte urgente de medicamentos.

Os funcionários dos organismos do Partido e do Poder averiguam diariamente em campo o estado de venda de medicamentos e resolvem imediatamente os problemas pendentes.

Os soldados do ramo de medicina militar do Exército Popular da Coreia averiguaram o estado de distribuição das farmácias do subúrbio da capital como os distritos de Ryongsong, Ryokpho, Rangnang e Sadong. E em estreita colaboração com os funcionários dos órgãos do Partido e do Poder, instalaram mais de 20 centros provisórios de serviço de medicina móvel e se dedicam com abnegação ao fornecimento de medicamentos e tratamento acudindo aos núcleos familiares com febricitantes e entregando-lhes os fármacos.

Os funcionários dos órgãos de tratamento e prevenção do centro e das localidades, os professores e matriculados das instituições de formação do pessoal médico trabalham dia e noite para proteger a vida e a saúde dos habitantes.

Contribuem para consolidar com mais firmeza a frente antiepidêmica as condutas sinceras dos trabalhadores de distintas partes que mostram as virtudes comunistas e cumprem com seus deveres cívicos na tarefa de alcançar a grande vitória na atual campanha tendo presente o nobre amor ao povo do CC do Partido.

Ao mesmo tempo, todos os setores da economia nacional impulsionam a produção e construção observando com rigor a medida de isolamento por unidades.

Assegura-se a vitória da atual campanha profilática graças ao elevado entusiasmo de todos os funcionários, militantes partidários e trabalhadores.

Em vídeo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *