RPDC reconhece referendo realizado no Donbass e rechaça agressão do Conselho de Segurança da ONU contra a Rússia

Pyongyang, 4 de outubro (ACNC) — O diretor-geral do Departamento de Organizações Internacionais do Ministério das Relações Exteriores da República Popular Democrática da Coreia, Jo Chol Su, divulgou, no dia 4, a seguinte declaração:

No dia 30 de setembro, no Conselho de Segurança da ONU, foi submetido a votação o projeto de resolução anti-Rússia apresentado pelos EUA, que foi rechaçado pelo exercício de veto russo.

De 23 a 27 do mês passado, na República Popular de Donetsk, na República Popular de Lugansk e nas regiões de Kherson e Zaporozhye foi realizado um referendo – respeitando a Carta da ONU, que estipula os princípios de igualdade e autodeterminação dos povos – e com procedimentos e métodos legais de modo a refletir a suficiente vontade dos habitantes locais, ocasião na qual maioria dos votantes apoiou a integração à Rússia.

Respeitamos esta vontade dos habitantes que aspiram à integração à Rússia e apoiamos a posição do governo russo de fazer das regiões acima mencionadas parte da Rússia.

A fim de manter o “mundo unipolarizado” hegemônico, os EUA fazem uso do Conselho de Segurança da ONU para intervir nos assuntos internos de países independentes e violar seus direitos legais, e o mundo testemunhou inúmeras vezes esse método rotineiro dos EUA tanto no século passado quanto no atual.

Os EUA provocaram a guerra agressiva contra os Estados soberanos como a ex-Iugoslávia, Afeganistão e Iraque, mas nunca o Conselho de Segurança da ONU questionou isso.

Está acabando o tempo em que os EUA podiam abusar do Conselho de Segurança da ONU como desculpa e meio de agressão para manter sua hegemonia.

Jamais serão tolerados o despotismo e a arbitrariedade dos EUA e seu comportamento dissimulado.

Se o Conselho de Segurança da ONU atentar contra os direitos independentes e fundamentais de um Estado soberano, apresentando o padrão duplo e criminoso contrário ao propósito e aos princípios da Carta da ONU, assumirá todas as responsabilidades.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *