Rodong Sinmun comemora 96º aniversário da fundação da UDI

Pyongyang, 17 de outubro (ACNC) — “O espírito da União para Derrotar o Imperialismo (UDI) chama o povo coreano à grande vitória” – assim começa o diário Rodong Sinmun em um artigo individual publicado nesta segunda-feira e continua:

96 anos se passaram desde a fundação da UDI, que agrupou a nação coreana sob a bandeira da justiça e da independência.

Ao fundá-la, o Presidente Kim Il Sung esclareceu o meio científico para impulsionar vitoriosamente a revolução frustrando a violência contrarrevolucionária das classes exploradoras e dominantes.

Apresentou como seu nobre ideal o anti-imperialismo, a independência, a soberania e o socialismo, com o critério de que apenas com a luta anti-imperialista é possível resolver o antagonismo hostil entre os imperialistas e os povos dos países coloniais, que se deve ao imperialismo que se enriquece com o sangue dos povos de suas colônias.

Quase um século se passou desde então.

Porém, a causa do Juche veio marchando sem hesitação alguma mantendo com firmeza o ideal da independência, apesar da mudança das gerações e das severas provas.

O firme espírito de independência anti-imperialista e a fé na vitória do socialismo servem de fonte ideológico-espiritual para encorajar o povo coreano a superar todas as dificuldades e alcançar a vitória nunca vista por nenhuma nação.

O espírito independente que o Presidente manteve durante toda a sua vida em sua prática revolucionária contem a tradição de vitória na luta revolucionária de todas as etapas e formas. Eis aqui a sua inesgotável vitalidade.

O ideal e o espírito da UDI indicam a via de avanço da revolução coreana e servem de arma mais poderosa para sua vitória. Este é o balanço histórico da revolução coreana.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *