Façanha do Presidente Kim Il Sung registradas na história da luta anti-ianque e anti-imperialista

Pyongyang, 26 de julho (ACNC) — Ao conduzir à vitória a Guerra de Libertação da Pátria (25 de junho de 1950 – 27 de julho de 1953), o Presidente Kim Il Sung, invencível comandante de aço, realizou uma façanha digna de se registrar com letras maiúsculas na história da luta anti-ianque e anti-imperialista.

Essa contenda, imposta pelos imperialistas norte-americanos no início da década de 50 do século ⅩⅩ, foi para a República Popular Democrática da Coreia, fundada então há apenas 2 anos, uma batalha severa e amarga para defender a independência e soberania do país e a dignidade da nação frente a agressão das forças aliadas imperialistas. Igualmente, foi o primeiro confronto físico entre as forças independentes anti-imperialistas e a coalizão imperialista após a segunda guerra mundial.

O mundo estava preocupado com o destino da RPDC e o desfecho da guerra.

Em seu discurso via rádio “Todas as forças para a vitória na guerra”, proferido em 26 de junho de 39 da era Juche (1950), o Líder disse: “A história da humanidade mostra que um povo que se levanta resolutamente para lutar por sua liberdade e independência sempre sai vitorioso. Com toda certeza a vitória será do nosso povo”.

Com esse chamado, mobilizou todo o Partido, o país e o povo para alcançar a vitória da guerra.

Então, o mundo ficou admirado com a fé na vitória, a férrea vontade e a coragem do Presidente e convencido do triunfo do povo coreano na guerra.

Em cada etapa da guerra, o grande Líder desferiu sucessivos golpes militares aos agressores norte-americanos, que se gabavam de sua “invencibilidade”, fazendo uso de extraordinária estratégia, métodos militares e arte de comando.

Embora tenham mobilizado enormes forças militares e econômicas e recorrido a todos os métodos e meios sem precedentes na história mundial das guerras, os invasores sofreram a derrota militar mais amarga da história.

Sob a sábia direção do Presidente Kim Il Sung, a Guerra de Libertação da Pátria terminou com a vitória do povo coreano, que foi um evento histórico e milagre militar do século passado e o triunfo comum das forças independentes anti-imperialistas do mundo.

Leave a Reply

Your email address will not be published.