Tangun, fundador da nação coreana e do primeiro Estado coreano

Nascido como filho de um chefe de uma comunidade na época em que eram muito frequentes os conflitos entre tribos, cresceu e se dedicou em sua juventude a se adestrar em artes marciais e estudou com afã as leis da natureza e da sociedade.

Destacou-se em artes marciais e chegou gradualmente a conceber o magno projeto de transformar a sociedade.

Depois de eleito chefe de uma tribo em sucessão de seu pai, renovou e desenvolveu por etapas os primitivos aparatos políticos como os repressivos para controlar o confronto classista e tribal.

Com base em tais mudanças sociais, Tangun fundou o primeiro Estado antigo no início do século 30 a.C., com a cidadela Pyongyang como capital.

Chamou-o de Joson, que hoje é chamado de Gojoson (Coreia antiga) para distingui-lo da dinastia feudal posterior.

Anteriormente, era conhecido como um ser mitológico, mas em 82 (1993) da era Juche foi desenterrado o seu mausoléu no distrito de Kangdong da capital Pyongyang e comprovou-se que os ossos humanos encontrados ali são de 5011 anos atrás.

Deste modo, foi esclarecido de forma nova que Tangun foi o fundador da nação coreana e do primeiro Estado, da Coreia antiga estabelecida há cerca de 5 milênios.

Com o nascimento do primeiro Estado no Oriente por Tangun, a era primitiva na Coreia foi encerrada, permitindo à nação coreana entrar na época estatal, a de civilização, e foi preparada a garantia real para desenvolvê-la como homogênea.

Voz da Coreia

Leave a Reply

Your email address will not be published.