76 anos da reforma agrária

Pyongyang, 5 de março (ACNC) — Em 5 de março de 35 da era Juche (1946), a Lei de Reforma Agrária foi promulgada na Coreia.

Uma vez libertada a pátria da colonização japonesa (15 de agosto de 1945), reformas democráticas foram aplicadas na nova Coreia, em particular, a agrária para o campesinato que constituía a esmagadora maioria da população coreana naquela época.

O desejo secular dos agricultores coreanos de cultivar suas próprias terras foi finalmente realizado pelo Presidente Kim Il Sung.

Ele libertou a pátria através da luta revolucionária anti-japonesa e apresentou a reforma agrária como a maior prioridade.

Averiguou em campo as demandas dos camponeses e definiu como princípio fundamental da reforma agrária transformá-los em proprietários da terra. Instruiu a realizar a reforma sobre o princípio do confisco sem indenização da terra e da distribuição gratuita da mesma aos camponeses.

Com base nisso, promulgou a “Lei da Reforma Agrária na Coreia do Norte”, evento que pôs fim às relações feudais de posse da terra e deu início à nova história de solução do problema rural na Coreia.

A reforma agrária foi realizada com sucesso em cerca de 20 dias. Como resultado, mais de um milhão de hectares de terra arável, confiscados sem indenização dos imperialistas japoneses, elementos pró-japoneses, traidores da nação e latifundiários, foram distribuídos gratuitamente a mais de 720.000 famílias camponesas.

Leave a Reply

Your email address will not be published.